BRDE apresenta proposta de revitalização para empresas

[photopress:BRDE.JPG,resized,centered] Mais uma das reivindicações apresentadas por entidades empresariais e sindicatos patronais e laborais de Blumenau após a catástrofe ocorrida em novembro do ano passado começa a ser atendida. Nesta terça-feira (27), o BRDE apresentou o Programa de Apoio à Revitalização de Empresas – Revitaliza. Entre as empresas beneficiadas com o financiamento estão as do ramo têxtil, de confecção, de software e tecnologia da informação, micro e pequenas empresas que tiveram perdas durante a tragédia do ano passado e empresas de comercialização, industrialização e beneficiamento de pescados. Os investimentos vão apoiar a modernização e ampliação da capacidade, incluindo desenvolvimento ou aperfeiçoamento de novos produtos ou processos. O presidente da Acib Ricardo Stodieck elogiou a iniciativa e espera que o tratamento seja isonômico. “Esperamos que seja estendido a todos os setores econômicos das cidades atingidas”, apontou. . O documento elaborado no ano passado e entregue ao presidente Luís Inácio Lula da Silva e ao governador Luiz Henrique da Silveira, que solicitava ações para o restabelecimento econômico das empresas, foi assinado por representantes da Acib, CDL, Sindilojas, Ampe, Sintex, Intersindical Patronal, Sindivest, Sindicato dos Bancários, Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Sindicato Rural de...

Governo brasileiro busca solução para as licenças não-automáticas na Argentina

Presidente do Sintex viaja ao país vizinho para defender as exportações do setor têxtil, amplamente afetado pela medida Encontrar uma solução para o problema das licenças não-automáticas argentinas, que prejudicam em muito as exportações brasileiras, é o objetivo das reuniões que ocorrem entre o governo brasileiro e argentino, no país vizinho, no próximo Domingo e segunda-feira (25 e 26 de janeiro). O presidente do Sintex – Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário -, Ulrich Kuhn, participa do debate representando a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, setor amplamente afetado pela medida. Kuhn explica que a Argentina já mantinha este regime de licenças não-automáticas para algumas categorias de produtos, que na teoria, de acordo com as regras da OMC, tinham um prazo de 90 dias para serem emitidas, mas que levavam em alguns casos de 180 a 150 dias. “Como eram casos isolados, apesar de toda pressão por parte do Governo Brasileiro, não influenciavam substancialmente o fluxo de comércio”, declara o executivo. A partir de novembro de 2008 todas as confecções e alguns tecidos estão incluídos no regime de licença não automática. “Isso, em função do perfil de produto exportado para a Argentina – moda atualizada em grande parte -, com fluxos de produção rápidos e mudanças constantes, praticamente inviabiliza a exportação brasileira, pois o comprador não sabe quando vai receber sua licença de importação – em 30, 90 ou 180 dias”, ressalta Kuhn acrescentando que, na realidade, a medida favorece a China, que tem fluxos de entrega mais longos que o Brasil. A pressão brasileira está sendo para que o Mercosul tenha um tratamento...

Setor têxtil do Vale está fora da onda de demissões em massa

Presidente do Sintex aponta apenas para um ‘sinal amarelo’ Em meio à onda de demissões no Brasil e no mundo, o presidente do Sintex – Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário -, Ulrich Kuhn, afirma que, no momento, a situação no setor têxtil do Vale do Itajaí é estável. “O que temos é um sinal amarelo; é preciso cautela para avaliar como a situação vai caminhar”, destaca. O executivo afirma que não há perspectiva de demissões em massa na indústria têxtil da região, no curto prazo, nem discussão sobre redução de jornada de trabalho e redução de salários no setor. “Há preocupação, sim, mas no momento há apenas uma redução lenta nos quadros: uma demissão ali, outra aqui”, avalia Kuhn. O executivo destaca que no varejo o ano começou mais fraco do que um janeiro normal. “Não vamos nos iludir, é preciso apertar o cinto e ver quais são as prioridades”, assinala. Em dezembro, o têxtil nacional perdeu 30 mil postos de trabalho. Em Santa Catarina, foram quase cinco mil. “Neste cenário, o setor têxtil do Vale do Itajaí foi o menos afetado, está razoavelmente equilibrado, mas isso também se deve ao fato de termos uma grande faixa informal, sem carteira assinada, que não entra nesta estatística”, informa. Questionado sobre uma possível solução para o problema, Ulrich Kuhn é enfático. “Todos gostariam de ter a solução para o problema, mas é uma situação complexa, começa com ações do governo, como a queda de juros, regularização do crédito ao tomador, diminuição da ‘Síndrome do Excesso de Risco’”. Ele cita como exemplo que determinadas redes de varejo incluem...

Autoridades traçam panorama da recuperação de Blumenau na Acib

[photopress:reuni__o1_site.JPG,resized,centered]Na primeira reunião conjunta do ano, ocorrida nesta segunda-feira (19), a diretoria e o conselho da Acib receberam o prefeito João Paulo Kleinübing e o secretário regional Paulo França. A idéia era ter um panorama geral do que já foi executado para a recuperação de Blumenau após a calamidade ocorrida no final do ano passado e como a Acib ainda pode contribuir para esse processo. O comprometimento das entidades, segundo o prefeito, será fundamental para repensar uma nova postura a ser adotada pela cidade e rever a forma como o Vale do Itajaí foi ocupado. Kleinübing enumerou diversas ações que o Poder Municipal está colocando em prática desde o início da tragédia. “Nossa preocupação inicial foi retirar as pessoas das áreas de risco e atendê-las em abrigos, que chegaram a 63 e hoje são menos de 30”, apontou. Atualmente, parte das famílias que perderam as residências pode receber o Auxílio Reação, uma ajuda de custo de um salário mínimo, do Governo do Estado, para que busquem uma moradia provisória até que as habitações construídas pela prefeitura fiquem prontas. Outra solução encontrada pelo Executivo Municipal foi alugar galpões que possam ser adaptados com unidades habitacionais de 25 m2, com cozinha, banheiro e área de serviço comum, financiados pelos Governos Estadual e Federal. Paralelamente, serão adquiridas nove áreas para a construção de três mil residências. O recurso deve vir da Defesa Civil e o prefeito aguarda a formalização da liberação dessas verbas por parte da União. Parte dos gastos com a aquisição dos terrenos será coberto pelo fundo criado pela Fiesc. O prazo para que todas as casas sejam concluídas é...

Presse Comunicação Empresarial começa o ano com novos projetos

A Presse Comunicação Empresarial começa 2009 com boas notícias. Ela acaba de fechar um novo contrato com a Senior Sistemas. Agora, além de ser responsável pelos textos da revista Senior, editada pela Mercado Brasil, a Presse também vai produzir o informativo da área de Serviços da empresa. Além disso, a Presse continua atendendo clientes como Acib, OAB, Teatro Carlos Gomes, Sintex, Unicardio, Dermathos, entre outros. Quem somos A Presse Comunicação Empresarial foi criada em 2008 pelas jornalistas Cristiane Soethe Zimmermann e Fernanda R. Souza Momm, ambas com vasta experiência em assessoria de comunicação. A intenção foi unir forças para oferecer serviços de comunicação especializados às empresas do Vale do Itajaí, contemplando assessoria de imprensa, produção de publicações internas e externas, planejamento de comunicação, eventos, entre outros serviços. A empresa desenvolve ações de comunicação eficazes para valorizar a imagem dos clientes perante a imprensa, formadores de opinião e os públicos de interesse. A Presse trabalha pautada pela ética nos relacionamentos, pela qualidade no atendimento e na prestação dos serviços, pela confiança dos clientes e credibilidade construída junto à imprensa. “Nossa missão é contribuir para o bom relacionamento de nossos clientes com seus públicos-alvo, por meio de ações de comunicação personalizadas, atendendo às necessidades de cada cliente com o melhor custo-benefício”, destacam as sócias. Produtos e serviços oferecidos pela Presse Algumas soluções oferecidas pela Presse são: assessoria de imprensa, produção de jornais, revistas e informativos, produção de conteúdo para a internet, prevenção e gerenciamento de crises, produção de roteiros de vídeo, suporte na organização de eventos corporativos e relações...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: