Empresas importadoras ou exportadoras devem seguir novas normas para habilitação no Siscomex

Receita Federal verificará volume de recolhimento de tributos para empresas que atuam com comércio exterior Empresas importadoras ou exportadoras devem ficar atentas a uma nova norma da Receita Federal, que entrou em vigor recentemente e estabelece procedimentos para a habilitação no Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex) e para o credenciamento de seus representantes para a prática de atividades relacionadas ao despacho aduaneiro. De acordo com a nova norma, a Receita Federal poderá verificar o volume de recolhimento de tributos de empresas por ocasião da análise da solicitação de habilitação. Nesse caso, será analisada a capacidade financeira do candidato a importador a partir do Imposto de Renda (IR), CSLL, PIS, Cofins e contribuição previdenciária pagos nos últimos cinco anos, contados da data do pedido de habilitação. Porém, segundo o advogado especialista em Direito Tributário e Aduaneiro, Ademir Gilli Jr., do BPHG Advogados, a Receita esclareceu, por meio do Ato Declaratório Executivo COANA n. 33/12, que não incluirá no cálculo os impostos recolhidos em importações e os valores negociados em programas de parcelamento ou exigidos em autuações fiscais. “Por ocasião da efetivação ou renovação das suas habilitações para a prática de operações de comércio exterior, as empresas deverão observar as novas exigências constantes da norma da Receita Federal”, explica. A norma atinge todos os chamados ‘intervenientes’ no comércio exterior, isto é, pessoas físicas e jurídicas que praticam operações nesse âmbito. A instrução normativa da RF também estabelece prazos mais enxutos para os auditores analisarem pedidos de habilitação, reduzindo de 30 para 10 dias úteis o prazo para que sejam liberadas as habilitações de acesso ao Siscomex. Saiba mais Para ter...

Vendas de chope da Bierland aumentam 42% na Oktoberfest

O total comercializado na região durante as festas de outubro registrou aumento de 50% com relação aos meses anteriores. A Cervejaria Bierland, obteve um aumento de 42% nas vendas, durante a 29ª Oktoberfest – que aconteceu de 10 a 28 de outubro. Foram vendidos mais de 90 mil litros de chope. “Atingimos nossa expectativa e os resultados foram ótimos”, destaca um dos sócios, Eduardo Kruger. Neste ano a cervejaria contou com três pontos de vendas dentro do setor 1 do Parque Vila Germânica, que proporcionaram mais agilidade no atendimento e mais comodidade aos apreciadores da marca. Se considerado todo o mês de outubro, o aumento foi de 50% nas vendas. “Nesta época, aumenta o consumo não apenas na festa mais alemã das Américas, mas também em outros pontos de Blumenau que vendem as cervejas e os chopes da Bierland”, destaca o sócio-proprietário da cervejaria, Eduardo Krueger. Atualmente a Bierland produz oito tipos de cerveja: Pilsen, Bock, Weizen, Pale Ale, Vienna, Imperial Stout, Strong Golden Ale e Blumenau, inspirada em uma receita do século XIX trazida pelos imigrantes alemães para a região do Vale do Itajaí. Visitas As visitas ao bar da fábrica da Bierland também aumentaram neste ano, durante a Oktoberfest. “Todo ano a evolução é visível. Mais e mais gente nos procura para conhecer o bar e a fábrica neste período”, destaca Kruger. De acordo com o sócio da Bierland, o aumento das visitas é reflexo do crescimento do turismo cervejeiro e também do fortalecimento da marca no mercado nacional. “A Bierland é hoje reconhecida em todo o Brasil, com reportagens na mídia, avaliações positivas dos especialistas mais...

Na Europa

O sócio da Cervejaria Bierland, Eduardo Kruger, e o biersommelier, Paulo Bettiol, embarcam amanhã (31) para a Europa. Eles conhecerão outras cervejarias na Itália, Bélgica, Holanda e Alemanha. Além disso, participam de dois concursos, com grandes chances de trazer novos prêmios para Blumenau: o Brussels Beer Challenge, na Bélgica; e o European Beer Star, o mais respeitado concurso de cervejas do mundo, realizado na Alemanha. [photopress:blog_inova_cervejarias_bierland_site.jpg,full,centered] Mais informações: www.bierland.com.br Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa Blumenau – Santa Catarina (47) 3041-2990 ou 3035-5482 |...

Decanter com design exclusivo acelera a oxigenação do vinho

Os apaixonados por vinho ganham mais uma moderna opção para decantar a bebida. Com design moderno e sofisticado, o novo decanter desenvolvido com exclusividade pela Cristallerie Strauss, de Blumenau (SC), proporciona uma melhor maturação do vinho. Isso porque, ao despejar o líquido no recipiente, as duas aberturas aceleram a oxigenação e desvendam os aromas e sabores da bebida. Produzido de maneira totalmente artesanal, o decanter possui 24% de chumbo (PbO), tornando-o, dessa forma, um legítimo cristal, com brilho, limpidez, sonoridade, beleza e perfeição. Saiba mais sobre a Cristallerie Strauss Localizada na cidade de Blumenau (SC) e prestes a completar 30 anos de atuação, a Cristallerie Strauss foi fundada pelo imigrante alemão Karl Friedrich Eugen Strauss e seu filho Frederico Werner Strauss, em agosto de 1983, ambos com profundo conhecimento no ramo. Com representantes em todo o Brasil, a empresa conta com cerca de 300 colaboradores e uma produção média de 900 mil peças de cristal por ano. O diferencial da Strauss vem desde a escolha da matéria prima, que conta com elementos importados e cuidadosamente selecionados, essências para obter o cristal puro (24% PbO), com brilho, limpidez, sonoridade, beleza e perfeição. Preocupada com o meio ambiente, a empresa utiliza fornos elétricos na fundição do cristal, os quais não geram poluentes e, dessa forma contribuem para a redução dos impactos na natureza. [photopress:decanter_site.jpg,full,centered] Mais informações: www.strauss.com.br Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa Blumenau – Santa Catarina (47) 3041-2990 ou 3035-5482 |...

Indumak amplia linha de montagem de robôs

A empresa de Jaraguá do Sul (SC) iniciou o projeto de ampliação do parque fabril e prevê triplicar a área total do empreendimento com investimento de R$ 8 milhões. A Indumak, de Jaraguá do Sul (SC), concluiu no mês de outubro o primeiro módulo do projeto de ampliação do parque fabril. Destinado à fabricação de robôs – Indumak Robotics -, o local possui uma área de 850 m². A empresa prevê um investimento total de R$ 8 milhões para a conclusão do projeto, que tem, entre os objetivos, verticalizar alguns processos e expandir a linha de produção. “O equipamento é uma grande inovação no mercado e sua comercialização vem crescendo cada vez mais, sendo esse um dos principais motivos para a construção do espaço exclusivo para a fabricação de robôs, na Indumak”, destaca o diretor-presidente da empresa, Gelson R. Schmidt. Inteiramente produzido no Brasil, o robô de paletização é composto por quatro eixos interpolados dimensionados para movimentar cargas de até 50Kg. O equipamento possui recursos avançados que possibilitam o aproveitamento de energia, além do design inovador que melhora seu desempenho e peso reduzido para a sua categoria. “Com formato antropomórfico, simulando os movimentos de um braço humano, o robô da Indumak oferece mais agilidade e precisão nos movimentos”, destaca o diretor-presidente da empresa. O equipamento permite total mobilidade e rapidez na paletização dos produtos. Outra característica importante é a flexibilidade do sistema de garras, que pode ser adaptado para múltiplas aplicações, como movimentação de fardos, caixas e sacarias, conforme escopo do projeto. Além disso, o Sistema de Paletização Automática (PA-50) ao qual o robô pode ser integrado facilmente é...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: