Uso de tecnologia de games é uma forte tendência na arquitetura

Uso de tecnologia de games é uma forte tendência na arquitetura

A competitividade está cada vez maior em todas as áreas profissionais. No entanto, a arquitetura conta com uma inovação poderosa para se destacar no mercado: A tecnologia de games. Ela traz a possibilidade de imersão e caminhadas em primeira pessoa – na apresentação de um projeto, por exemplo. “Os modelos em 3D se tornam mais interativos e impressionantes. E isso tem se revelado uma forte ferramenta de vendas”, aponta o diretor da Orbitotal, especialista de tecnologia de games para a arquitetura, Marlon Moser. Por meio desta inovação, o cliente (ou usuário) pode estar no controle de um ambiente virtual e passear por edifícios. “É possível caminhar dentro de projetos virtuais e sentir de perto o ambiente. O usuário pode, ainda, usar um óculos de realidade virtual e olhar em todas as direções no interior da construção. Essa tecnologia também está sendo usada para testar a reação das pessoas a diversas versões hipotéticos de um mesmo projeto”, explica Moser. A técnica transforma projetos arquitetônicos tradicionais em conceitos inovadores e, muitas vezes, levam o arquiteto a pensar como um designer de games. Mas ao contrário dos games tradicionais, as suas ideias se tornarão reais em tangíveis. O diretor da Orbitotal destaca que outra tecnologia que migrou dos games para a visualização arquitetônica é a realidade aumentada (RA), onde o usuário pode ver prédios e outros produtos sobre qualquer superfície, como se fossem hologramas. O uso dos games tem um forte impacto em qualquer estratégia digital. Gráficos detalhados, simulações de leis da física, animações, entre outros. Estas opções fazem com que os jogadores se sintam totalmente imersos em mundos alternativos. As empresas...
As novas relações de trabalho

As novas relações de trabalho

O dia 1º de maio é o Dia do Trabalho. Uma data para comemorar e também para refletir sobre as relações entre colaboradores e empresas. Hoje em dia, muitos empreendedores já apostam em um novo perfil de interação com os funcionários, com mais conversa, troca de informações, para atender as demandas de quem trabalha na empresa e tornar o dia a dia mais agradável e produtivo para todos. A Inventti Soluções empresariais com sede em Blumenau, é um exemplo de empresa que resolveu se abrir para as necessidades específicas dos funcionários. No final do ano passado, realizou uma pesquisa para ouvir o que os cerca de 40 colaboradores gostariam de mudar ou ter em suas rotinas. O primeiro pedido foi em relação a redução da jornada de trabalho, já colocado em prática com uma diminuição de 44 para 40 horas semanais. Também foram oferecidos outros benefícios que impactam positivamente no desenvolvimento do colaborador, como apoio em cursos de pós-graduação e de inglês.  Além de receber desconto no curso de inglês, os funcionários ainda ganham 30 minutos por dia de aula para estudar o idioma dentro da jornada de trabalho. “Um dos valores da Inventti é ser um ótimo lugar pra trabalhar. Isso não está ali só para bonito. É uma lei pra nós”, afirma o diretor técnico da Inventti, Tibério César Valcanaia. Ele complementa ainda que a Inventti quer ser uma empresa de alta produtividade e para isso tem consciência de que precisa ter a alta satisfação dos colaboradores para que cada um dê o seu melhor. “A Inventti é um ótimo lugar para trabalhar, pois somos ouvidos”, diz...
SESI promove 2º Dia V da vacinação contra a gripe neste sábado, 30, em Blumenau

SESI promove 2º Dia V da vacinação contra a gripe neste sábado, 30, em Blumenau

    Após semanas de calor, o frio parece ter se instalado de vez em Santa Catarina, o que traz um alerta ainda maior quanto aos casos de gripe e a prevenção. Pensando nisso, o SESI, entidade do sistema FIESC, vai realizar nesse sábado (30) mais um Dia V da campanha de vacinação contra a gripe. A ação acontecerá em Blumenau, na clínica do SESI, localizada na rua Ângelo Dias, bairro Centro, das 8h às 16h. Durante este dia, serão oferecidas as vacinas trivalente e tetravalente aos trabalhadores da indústria e seus dependentes e também para a comunidade em geral. As doses terão valores diferenciados. Para os trabalhadores da indústria, a vacina trivalente será oferecida ao valor de R$ 30 e tetravalente por R$ 38. Para os dependentes dos industriários (acima de 5 anos de idade) o valor será de R$ 39 para a vacina trivalente e de R$ 46,00 para a tetravalente. Já para a comunidade, a dose da trivalente será aplicada por R$ 60 e da tetravalente por R$ 70. No dia, serão distribuídas senhas para evitar filas de espera.   Documentação Industriários: Necessário apresentar a carteira de trabalho e o documento de Identidade Dependentes de industriários: Somente serão vacinados os dependentes acima de 5 anos, com carteira de vacinação (caso a criança já tenha sido vacinada pela gripe) senão trazer atestado médico. Se o dependente for esposa (o), é necessário levar a certidão de casamento e a carteira de trabalho do industriário. Se o dependente for filho (a) é preciso levar a identidade ou certidão de nascimento e a carteira de trabalho do industriário. Comunidade: Não...
A tecnologia dos games pode auxiliar o aprendizado

A tecnologia dos games pode auxiliar o aprendizado

O ensino a distância (EAD ou eLearning) ganha um poderoso aliado: os jogos eletrônicos. Os games educacionais são uma tendência mundial e trazem para o universo dos estudos a empolgação e a motivação dos tradicionais jogos eletrônicos. É por esse e outros motivos que eles estão substituindo o ensino convencional em empresas e instituições de ensino. Um game corporativo torna mais fácil o treinamento de equipes e estudantes, assim como o aumento do interesse e do engajamento. Um dos métodos mais conhecidos, que utiliza elementos de games para ensinar, é a gamificação (do inglês, gamification). Gamificar uma apostila ou um tutorial, por exemplo, é certeza de mais eficiência e melhor compreensão do conteúdo. “A gamificação é um recurso que pode ser utilizado para aumentar o interesse e garantir o aprendizado de uma maneira mais agradável”, aponta o diretor da Orbitotal, especialista em games para a educação, Marlon Moser. Ele explica que o ideal é que o estudante seja motivado pela diversão do jogo, e não pela pontuação. “Nossos jogos são criados em parceria com experts em neurociência e psicologia cognitiva, para oferecer produtos que sejam mais eficientes e atraentes”, afirma. Moser conta que um dos principais objetivos no uso dos games, é que as pessoas encontrem motivação e diversão nas tarefas que elas já têm que fazer. Sendo assim, as tarefas são realizadas com a mesma sensação positiva e divertida que os jogos tradicionais são capazes de trazer. O uso dos games tem um forte impacto em qualquer estratégia digital. Gráficos detalhados, simulações de leis da física, animações, etc. Tudo isso faz com que os jogadores se sintam totalmente...
Às vésperas do Dia do Trabalho, especialistas orientam sobre como começar um negócio próprio

Às vésperas do Dia do Trabalho, especialistas orientam sobre como começar um negócio próprio

  O perfil do trabalhador brasileiro tem mudado nos últimos tempos, sobretudo em razão da instabilidade econômica. Segundo dados do IBGE, a taxa de desemprego vai continuar subindo neste ano e deve chegar a 11%. De acordo com relatório da OIT (Organização Internacional do Trabalho), o número de desempregados no Brasil subirá de 7,7 milhões em 2015 para 8,4 milhões em 2016. Mas, enquanto para uns o cenário é desanimador, outros encontram na crise uma oportunidade para empreender. Às vésperas do Dia do Trabalho, reunimos especialistas para dar dicas de como iniciar um novo empreendimento e tentar não ser vítima da retração da economia.   Como começar Muitas vezes o mais difícil é conseguir o capital inicial para colocar em prática uma boa ideia. O microcrédito pode ser uma boa alternativa neste caso. Com taxas de juros acessíveis e processo desburocratizado, o empréstimo facilita a abertura do negócio, investimentos em tecnologia, logística e até mesmo capital de giro. “A instituição de microcrédito torna-se um instrumento de geração de renda e emprego, pois viabiliza estratégias inovadoras ao mercado. Quem vai abrir um micro ou pequeno negócio ou até mesmo quem precisa reformar ou ampliar, não terá taxa de manutenção de conta ou taxa de adesão, IOF, abertura de cadastro, ou outras taxas sobre prestação de serviços, pagando apenas uma taxa se o crédito for liberado”, explica Ido José Steiner, presidente da BluSol (Instituição Comunitária de Crédito Blumenau Solidariedade), que oferece empréstimos de valores de R$ 250,00 a R$ 30 mil, com prazo de pagamento de até 30 meses. O grande diferencial da BluSol é trabalhar para viabilizar recursos para pessoas...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: