Notas Explicativas é tema de curso em Blumenau

Notas Explicativas é tema de curso em Blumenau

Todos os anos são obrigatórios os registros das demonstrações contábeis pelas empresas junto ao órgão competente. As notas explicativas são partes integrantes do conjunto das demonstrações, tendo como finalidade expor a norma contábil utilizada, as práticas ou políticas aplicadas, detalhando os itens apresentados nas demonstrações e quaisquer outras informações relevantes para a compreensão dos relatórios, fornecendo informações complementares para as demonstrações contábeis. Pensando nisso, o Sescon Blumenau (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas de Blumenau e Região), em parceria com o Sindicont (Sindicato dos Contabilistas de Blumenau) e CRC/SC (Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina), está com inscrições abertas para o curso de elaboração de notas explicativas na prática com o mestre em Contabilidade, Marcos Barbosa Rebello. Segundo Rebello, durante o curso serão realizadas diversas apresentações com  a finalidade de aprimorar o preenchimento das notas explicativas para diversas situações “Será apresentado, por exemplo, o método de apuração, mensuração e reconhecimento dos estoques, método de mensuração e de depreciação aplicado ao imobilizado entre outras informações que forem apresentadas nas demonstrações contábeis”, enfatiza. O curso faz parte do Projeto Educação Continuada das entidades contábeis do estado de Santa Catarina e garante ao aluno o abatimento de 8 pontos nos cursos de graduações. A aula acontece no dia 29 de agosto a partir das 8h30, com carga horária total de 08 horas. O investimento é de R$ 180,00 para associados do Sescon Blumenau e Sindicont Blumenau, R$ 200,00 para associados somente do Sescon Blumenau ou Sindcont Blumenau e contadores com registro no CRC, R$270 para associados a outras entidades patronais e R$...
Evento na China reunirá pela primeira vez fabricantes brasileiros que buscam mercado externo como solução para driblar a crise

Evento na China reunirá pela primeira vez fabricantes brasileiros que buscam mercado externo como solução para driblar a crise

Diante da instabilidade econômica que atinge o Brasil, a ideia de encontrar no mercado externo uma alternativa para garantir o crescimento dos negócios surge de maneira natural para a maioria dos empresários. Segundo especialistas, a porta de entrada certeira para atingir esse objetivo é, hoje, a China. De 12 a 14 de novembro, produtores brasileiros de vinhos, cachaças e cervejas artesanais poderão comprovar a força do comércio chinês durante a InterWine 2017, uma das maiores e mais importantes feiras do setor em todo o mundo, que pela primeira vez terá um estande exclusivamente voltado à exposição de marcas e fabricantes nacionais. Com mais de 12 anos de sucesso e expositores vindos de países como França, Espanha, Itália, Chile e Estados Unidos, o evento será realizado na cidade de Guangzhou, capital da província de Cantão, no Sul da China. Considerada uma região estratégica, próximo de Hong Kong e de Macau, na famosa Região do Delta do Rio das Pérolas, é o local que mais rapidamente se desenvolve economicamente na China — o PIB já ultrapassa a marca de U$ 1,35 trilhão. Até 2030, a região terá 66 milhões de habitantes e um PIB de U$ 2.1 trilhões, com renda per capita de U$ 31 mil. “Uma vez superadas as dificuldades causadas pela língua, diferenças culturais e demais aspectos, entrar no mercado chinês pode ser a maior oportunidade existente no momento, não apenas pelo tamanho e robustez da economia atualmente, mas principalmente pelas perspectivas para o futuro nos próximos anos”, destaca Claudio Melfi, sócio da Business Nesting Limited, que reunirá em um só estande as marcas e fabricantes brasileiros que marcarem...
Especialista explica por que empresas querem excluir ICMS-ST do cálculo do PIS/Cofins

Especialista explica por que empresas querem excluir ICMS-ST do cálculo do PIS/Cofins

Empresas que recolhem o ICMS por meio da substituição tributária têm levantado a tese no Judiciário de que o valor recolhido do imposto deve ser excluído da base de cálculo do PIS e da Cofins. A tese surgiu em decorrência da recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou os contribuintes a não incluírem o ICMS no cálculo das contribuições sociais. Marco Aurélio Poffo, advogado especialista em Direito Tributário da BPH Advogados, de Blumenau (SC), explica que por exigência de legislações dos Estados, alguns produtos são submetidos ao regime de recolhimento do ICMS por substituição tributária. Nesse sistema, que visa facilitar a fiscalização pelas Fazendas estaduais, um contribuinte da cadeia de consumo fica responsável pelo recolhimento do imposto dos demais. Baseadas na decisão do Supremo no RE 574.706, tomada em repercussão geral, empresas que estão na condição de substituído tributário começaram a buscar a exclusão do tributo, ou seja, passaram a não considerar a parcela destinada ao ICMS-ST, destacada no documento fiscal, como receita da empresa, para fins de apuração do PIS/Cofins. A busca, conforme explica Poffo, tem como um dos objetivos a redução dos tributos. “Ainda mais considerando que podemos recuperar os últimos cinco anos antes do ajuizamento da ação”, destaca ele. O advogado assinala ainda que é irresponsável fazer a exclusão sem respaldo judicial. “Com certeza é muito arriscado, pois o Fisco facilmente descobre a inconsistência no recolhimento com base no SPED Fiscal e SPED Contribuições. Caso a empresa se utilize do benefício sem respaldo judicial, haverá aplicação de multa de 75% mais Juros Selic”, atenta. Apesar de existir precedente favorável aos contribuintes, o Supremo ainda...
Blumenau e Brusque recebem evento com atividades gratuitas para a comunidade neste sábado

Blumenau e Brusque recebem evento com atividades gratuitas para a comunidade neste sábado

Blumenau e Brusque recebem neste sábado (19) o Dia Nacional da Construção Social (DNCS), evento que ocorrerá simultaneamente em 31 cidades do Brasil. Com o slogan nacional “Minhas Escolhas, Meu País”, o DNCS 2017 tem como objetivo mostrar que as escolhas de cada indivíduo podem fazer a diferença e promover transformações que se deseja para o país. Em Blumenau, ocorre no Complexo Esportivo Bernardo Werner (Rua Itajaí, Bairro Vorstadt), das 14h às 17h30min. Em Brusque, será realizado no Centro Esportivo do SESI (Rodovia Antônio Heil, Bairro Limoeiro), das 13h às 17h. Trabalhadores do setor e comunidade terão acesso a serviços gratuitos nas áreas de saúde, lazer, educação e cidadania, além de atividades recreativas, esportivas, culturais e participação em sorteio de brindes. Dentre os serviços oferecidos estão testes de glicemia, aferição da pressão arterial, orientação nutricional, massoterapia, maquiagem, corte de cabelo e barbearia, emissão de identidade, entre outros. Além disso, o SESI colocará à disposição um espaço exclusivo com informações sobre Segurança e Saúde no Trabalho. No local, os trabalhadores terão experiências com o tema por meio de um circuito interativo que contará com um jogo sobre segurança, outro de completar as frases e um jingle. Sobre o evento Em seus 10 anos de existência o Dia Nacional da Construção Social já realizou mais de 3,68 milhões de atendimentos para cerca de 728 mil pessoas. Promovido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio do seu Fórum de Ação Social e Cidadania (FASC), e pelo SESI Nacional, o evento tem apoio especial do Seconci-Brasil. No nível local, conta com o apoio dos Sindicatos das Indústrias da Construção (Sinduscons)...
BluSol completa 20 anos fomentando empreendedorismo

BluSol completa 20 anos fomentando empreendedorismo

A Instituição Comunitária de Crédito Blumenau Solidariedade (BluSol) está de aniversário no próximo dia 28 de agosto. São 20 anos de fundação contribuindo com o desenvolvimento econômico dos 69 municípios onde presta atendimento. Com 10 agências – nove em Santa Catarina e uma no Paraná – se consolidou no mercado como fomentadora de micro e pequenos negócios. Ao longo de duas décadas de atuação, a BluSol já injetou mais de R$ 345 milhões na economia por meio de empréstimos a mais de 45 mil clientes. Os números demonstram o crescimento da instituição e comprovam que ela atingiu seu objetivo de ser uma importante ferramenta de redução da pobreza e na geração e manutenção de emprego e renda sustentável. A BluSol conta atualmente com agências em Blumenau, Brusque, Gaspar, Indaial, Jaraguá do Sul, Joinville, Navegantes, Rio do Sul, São José e São José dos Pinhais. Como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), concede crédito a empreendedores formais e informais para compra de matéria-prima, mercadorias, reforma de máquinas e equipamentos, bem como para reformas e ampliação de espaços destinados aos negócios. História O presidente da instituição, Ralf Marcos Ehmke, se orgulha da trajetória de sucesso da BluSol, que tem foco no incetivo aos empreendedores por meio do acesso ao crédito para geração de emprego e renda. Ele conta que a BluSol se baseou nos princípios do Grameen Bank, primeiro banco do mundo especializado em microcrédito, e no ICC Portosol, de Porto Alegre, para criar suas bases. “O projeto foi tão exitoso que serviu de referência para fundamentar o programa de microcrédito do Estado pelo Badesc”, destaca. Expectativas Focado no...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: