Ferramenta gratuita para contratação da garantia de locação promete facilitar o dia a dia das imobiliárias por meio da tecnologia

Ferramenta gratuita para contratação da garantia de locação promete facilitar o dia a dia das imobiliárias por meio da tecnologia

Startup do mercado imobiliário permite aprovação do cadastro de forma instantânea, sem envio de nenhum documento, reduz custos e dá adeus ao fiador.   Incorporar o uso da tecnologia no dia a dia do mercado imobiliário já é um requisito fundamental para o setor. A tecnologia pode fazer a diferença na hora que um cliente toma a sua decisão. Um exemplo é a Plek Soluções para Locação, ferramenta gratuita para contratação da garantia de locação, que promete facilitar o dia a dia das imobiliárias por meio da tecnologia. A startup catarinense do mercado imobiliário, reúne diversas modalidades de garantia de locação, como seguro fiança, garantia por cartão de crédito e título de capitalização. “Com a ferramenta, é possível adquirir um parecer de forma instantânea do cadastro do cliente, sem preencher fichas e enviar documentos para a corretora de seguros. Além disso, também é possível oferecer um preço mais justo para seu cliente, pois a ferramenta trabalha com as menores taxas do mercado, com preço até 30% mais barato que nas demais corretoras. Desta forma, é possível evitar que o custo elevado faça o cliente buscar outra garantia de locação, ou acabe optando por alugar direto com o proprietário”, revela o fundador Plek Soluções para Locação, Rafael Hirt. Totalmente gratuita para as imobiliárias, Hirt destaca que a ferramenta funciona com o pagamento dos garantidores parceiros. “Caso o inquilino não pague os valores do contrato, a imobiliária aciona a Plek e comunica todos os débitos que o locatário possui. Após análise, é feito o pagamento diretamente na conta da imobiliária. Existem inúmeras ferramentas no mercado imobiliário que ‘aumentam’ o custo fixo...
Digitalização do varejo: qual a importância do setor varejista brasileiro estar integrado à NFC-e?

Digitalização do varejo: qual a importância do setor varejista brasileiro estar integrado à NFC-e?

Tibério César Valcanaia, diretor técnico da Inventti Soluções Empresariais, empresa que é referência em emissão de documentos fiscais eletrônicos   Incorporar o uso da tecnologia no dia a dia do varejo já é um requisito fundamental para qualquer negócio. A transformação digital oferece inúmeras vantagens para as empresas, principalmente, quando pensamos nos documentos eletrônicos. Um exemplo disso, a nota fiscal de consumidor eletrônica (NFC-e), chegou para tornar a vida dos varejistas brasileiros mais fácil. Por ser totalmente digital, é possível verificar sua legalidade em tempo real, além de emitir e transmitir o documento para o Fisco, a qualquer hora e em qualquer lugar. A emissão da nota fiscal de consumidor eletrônica também diminui os custos com papel, e com equipamentos, uma vez que para sua impressão não é necessário o uso de impressora fiscal como acontece com o cupom fiscal. Outra grande vantagem da NFC-e é poder emitir a nota por meio dos dispositivos móveis, como smartphones, tablets e notebooks, facilitando o dia a dia das empresas. Atualmente, cada Estado brasileiro possui autonomia para definir suas regras quanto à emissão dos documentos fiscais eletrônicos. A NFC-e já era uma realidade em todo o território brasileiro, e, em outros, a transição do cupom fiscal para a nota fiscal de consumidor eletrônica ainda está ocorrendo, como é o caso de Santa Catarina, que aderiu à modalidade, fazendo com que o Brasil possa finalizar o processo de digitalização do varejo. No Estado catarinense, o projeto está em sua fase piloto. Nesta etapa, o Grupo Especialista Setorial de Automação Comercial (GESAC) é responsável pela seleção dos contribuintes e dos desenvolvedores do Programa Aplicativo...
Como a tecnologia está ajudando no combate ao Coronavírus?

Como a tecnologia está ajudando no combate ao Coronavírus?

Rodrigo Luchtenberg, Diretor de Serviços e Tecnologia da Indyxa, empresa especializada em infraestruturas para missão crítica. A pandemia do Coronavírus se tornou uma preocupação mundial. Entretanto, em meio a esse cenário de insegurança, a tecnologia tem oferecido diversas soluções para combater a Covid-19, fazendo muita diferença para os negócios e para a população em geral. Um exemplo é o que a computação em nuvem (em inglês, cloud computing) vem oferecendo aos hospitais de campanha, para que  seus sistemas possam operar em poucas semanas. Com essa tecnologia se amplia a capacidade instalada das unidades hospitalares, de forma escalável, aumentando a capilaridade do atendimento à doença. Outro ponto importante é a informação. Hoje em dia, temos a internet como um dos principais meios de compartilhamento de dados, além de aplicativos com o propósito de conter o avanço do Coronavírus. Soluções que possuem desde funcionalidades de agendamento de consultas em caso de suspeita da doença, até funcionalidades que informam como evitar uma possível contaminação, levando para a população aspectos importantes da pandemia. Sem falar na tecnologia aplicada à saúde, que ajuda na rápida identificação do diagnóstico desta doença em casos suspeitos. O hospital digital, por exemplo, é pauta dos gestores de instituições de saúde de todo o mundo. E, para que isso aconteça, muita tecnologia precisa ser investida nesta jornada de transformação. Desde a implantação de sistemas aderentes às necessidades de cada negócio, bem como a infraestrutura que suportará o crescimento desta instituição. A computação na nuvem, por exemplo, veio para disponibilizar os sistemas em uma infraestrutura escalável, que pode aumentar o poder de processamento conforme a demanda da entidade. Garantir a...
Curso online de vinhos promete degustação de rótulos renomados e mais aprendizado sobre o mundo dos vinhos

Curso online de vinhos promete degustação de rótulos renomados e mais aprendizado sobre o mundo dos vinhos

O curso é promovido pela Importadora de vinhos Decanter e é ministrado pelo sommelier eleito o melhor do Brasil, Tiago Locatelli.   O vinho é a nova estrela da quarentena. Em meio à pandemia de Coronavírus, o hábito de beber vinho em casa ficou ainda mais popular. E a prática de degustar o vinho por meio do happy hour digital pela internet, conquistou também aqueles que, durante o período de isolamento social, buscam aprender uma pouco mais sobre a bebida e ter boas experiências.   E foi pensando nisso, que a Importadora de vinhos Decanter, promove um curso online de vinhos, com a degustação de rótulos renomados e mais aprendizado sobre o mundo dos vinhos. Ministrado pelo sommelier eleito o melhor do Brasil, Tiago Locatelli, o curso apresenta aulas temáticas ao vivo,  transmitidas pelo Zoom. O próximo módulo inicia no dia 10 de setembro, e oferece informações completas sobre regiões, métodos de produção, tipos de uvas, estilos de vinhos, harmonizações e brindes especiais.   Com um material preparado para qualquer nível de conhecimento, cada aula tem no máximo 1h30min de duração. Além disso, os participantes degustam os mesmos vinhos que o sommelier, tirando dúvidas e trocando experiências.   Para participar é necessário acessar o site www.decanter.com.br e escolher o tema da aula de acordo com a preferência. Depois disso, o participante receberá em casa o kit selecionado e 24h antes da aula, será disponibilizado um link para acessar o curso ao vivo e o ebook com todo o conteúdo.   Confira a programação do curso: 10 de setembro às 19h30: Garnacha, Grenache, Cannonau 24 de setembro às 19h30: Argentina...
Um brinde ao vinho brasileiro: confira algumas sugestões da bebida que está sendo mais consumida durante a quarentena

Um brinde ao vinho brasileiro: confira algumas sugestões da bebida que está sendo mais consumida durante a quarentena

As baixas temperaturas e o consumo em casa aumentou a venda de vinhos, recebendo o título de bebida da quarentena. A venda de vinhos brasileiros cresceu mais de 39% somente no primeiro semestre deste ano, quando comparada ao mesmo período em 2019.   Em meio à pandemia de Coronavírus, o isolamento social está promovendo novos hábitos nos consumidores, como o aumento do consumo de vinhos em casa, principalmente, de rótulos nacionais. É o que apontou o levantamento da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS), que mostrou que a venda de vinhos brasileiros aumentou mais de 39% somente no primeiro semestre deste ano, quando comparada ao mesmo período em 2019. Além das medidas de distanciamento social, a explicação para o aumento das vendas dos rótulos nacionais é devido a valorização e maior oferta do produtor brasileiro, considerando que o dólar está em alta e a importação de vinhos sofreu com alguns problemas de logística. Para os que já consumiam a bebida antes da pandemia, o consumo apenas aumentou. “É preciso valorizar a produção nacional. Ainda existe uma desconfiança muito grande baseada de que nosso país não tem tradição na produção, nem qualidade. Um exemplo que prova o contrário, em sua última edição o Guía Descorchados, mais importante guia de vinhos da América Latina que afirma que o Brasil faz os melhores espumantes da América do Sul e conferiu ao espumante nacional Lírica Crua, da Vinícola Hermann cinco indicações, ou seja, coloca nosso vinho em igualdade com os chilenos, argentinos e uruguaios, maiores produtores de vinhos na América do Sul”, aponta o sommelier da Decanter Blumenau, Sidney Lucas. Portanto, nada melhor do...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: