A tecnologia como aliada da Medicina

Dr. Gustavo Deboni

Sócio-fundador da EME Doctors.

 

Num mundo cada vez mais tecnológico, a medicina não pode ficar para trás. A quarta revolução industrial está acontecendo rapidamente e precisamos estar de olhos abertos para entender isto. O atual sistema de saúde é antigo, ele depende muito da interação entre paciente e médico, além de trabalhar com dados limitados. Isso resulta em um sistema que abre espaço para falhas.

Hoje, as informações sobre os pacientes podem ser acessadas por todos os tipos de sistemas e departamentos médicos de forma desorganizada e isso dificulta a obtenção de informações corretas no momento certo. Devido à falta de disponibilidade de dados críticos, muitos sistemas de assistência médica não fornecem o tratamento necessário aos pacientes.

Para mudar esse cenário, a medicina está aliada à tecnologia. Existem inovações recentes que podemos citar Blockchain, IOT (Internet of Things), Big Data, Inteligência Analítica de Alta Performance, Sensores Wearables, Inteligência Artificial, Robótica, Terapia Gênica, Telemedicina, treinamento em cadáveres frescos e Nanotecnologia.

Muitas das tecnologias citadas já chegaram na área médica, outras estão por vir, porém todas representam um futuro próximo e realístico dentro da medicina. Dentre as citadas, um exemplo de alta tecnologia que já está sendo utilizada em Santa Catarina é o Cadáver Lab, ou seja, treinamento em cadáveres frescos. Esta é a forma mais moderna de treinamento nas especialidades médicas cirúrgicas, uma vez que garante semelhança com o indivíduo vivo. A aplicação de líquidos especiais fazem com que a peça anatômica fique muito próxima do que será encontrado nas salas de cirurgia. Desta forma, o treinamento pode ser muito bem estabelecido e aprimorado.

Já ouvimos muitas vezes que, no futuro, poderemos ser substituídos por robôs, já́ que são muito mais precisos, trabalham 24/07 e não se cansam. Mas, nenhum robô̂ poderá́ substituir a capacidade criativa, o atendimento humanizado, o olho no olho, a sensibilidade de nós, humanos. Pelo menos até́ hoje.

 

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: