Advogados e Comunicação – o que é permitido e o que deve ser evitado

Uma dúvida comum dos advogados é o que pode e o que não pode ser feito na comunicação, dentro do Código de Ética e Disciplina da OAB.

 

Advogado pode dar entrevista? 
Pode aparecer na TV e no rádio? 
Pode escrever artigos para jornais, revistas, portais de notícia? 
Pode ter redes sociais?

 

A resposta é SIM. A comunicação dos advogados é autorizada, desde que bem realizada e sem conotação excessiva para captação de clientes. Conforme a OAB, “o advogado pode anunciar os seus serviços profissionais, individual ou coletivamente, com discrição e moderação, para finalidade exclusivamente informativa, vedada a divulgação em conjunto com outra atividade”

 

O que isso significa? 

 

Toda comunicação do advogado que tiver cunho INFORMATIVO é permitida, ou seja, sempre que você, profissional da área do Direito, estiver prestando informações ao público, você tem o aval da OAB para isso. E estar disponível para os seus clientes ou possíveis clientes como referência, por meio da comunicação, deve ser uma prática constante para melhorar o seu posicionamento e construir a sua autoridade no mercado.

 

Como você pode fazer isso?

 

1. Tenha um site e mantenha-o sempre atualizado com conteúdo relevante e útil, conforme já abordamos em outro post aqui recentemente. 

 

2. Aposte na assessoria de imprensa, que é o serviço que fará a ponte entre você ou o seu escritório e os veículos de comunicação. É o assessor de imprensa que irá lhe ajudar a escrever os artigos e buscar espaço para publicação nos jornais, revistas e portais de notícias. Também é este profissional que irá buscar espaço em programas de TV e rádio, onde você possa ser consultado como especialista na sua área de atuação.

 

3. Tenha redes sociais e seja atuante nelas. Sabemos que é difícil manter todas as atividades que o Direito exige e ainda cuidar das redes sociais, mas elas são uma vitrine e um canal de relacionamento importante. Contrate uma assessoria para a gestão das suas redes e obtenha todo o potencial destas mídias.

 

4. Organize sua base de e-mails e mantenha comunicação com seus clientes ou possíveis clientes por este canal, informando sobre novas decisões que podem afetá-los, novas publicações do escritório, novas formações, novos membros da equipe e suas qualificações, entre outras informações relevantes. Aqui, novamente, a assessoria de comunicação pode ajudar muito.

 

5. Prepare materiais informativos, como e-books, para seus clientes ou possíveis clientes. Na hora de criar os conteúdos, busque sempre responder as dores, dúvidas ou desejos do seu público.

 

6. Esteja atento a outras ferramentas, como WhatsApp, Google Meu Negócio, e as novidades que surgem na área de Comunicação frequentemente.
 
O que evitar

 

O que é vedado pela OAB é fazer publicidade de materiais sem cunho informativo, publicar materiais que incentivem a mercantilização dos serviços jurídicos, divulgar ou publicar materiais que não respeitem os critérios de discrição e sobriedade, divulgar consultas sem custo ou pro bono, produzir materiais com cores chamativas e extravagantes com a marca do escritório, uso de placas e outdoors (somente é permitida a placa de identificação do próprio estabelecimento).


Estamos aqui para lhe ajudar! Para melhorar a sua comunicação e obter resultados com ela, entre em contato conosco. A Presse presta os serviços de assessoria de imprensa, gestão de redes sociais, produção de conteúdo, entre outros serviços de marketing digital nas regiões de Blumenau e Tubarão.

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Tubarão (Santa Catarina)
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: