Camargo Química lança linha de tintas imobiliárias

Desde 2005 atuando no mercado químico da construção civil, a Camargo Química, com sede em Blumenau e representação em várias regiões do Brasil, cresce gradativamente a cada ano. Para acompanhar e expandir o avanço econômico, a empresa acaba de entrar em mais um ramo de trabalho: tintas imobiliárias. A primeira linha dos produtos desenvolvidos pela Camargo já está disponível pra comercialização. Com padrão Suvinil e atendendo às normas específicas, a linha Camargo Tintas tem como principal diferencial o preço, 30% menor do que outros produtos do mercado. Além disso, mesmo com vendas para todo o país, o trabalho de comercialização será ainda mais forte em Santa Catarina, onde há pouca representatividade e concorrência no setor. De acordo com o diretor da Camargo, Fabio Pires, a expectativa é ter um aumento de 20% no faturamento da empresa com a venda dos novos produtos. “Nosso trabalho com produtos químicos para a construção vem registrando resultados extremamente positivos, por isso estamos investindo em ampliações de mercado e esperamos atingir patamares elevados também com a linha de tintas”, explica. Foto: Thinkstock Photos Mais informações: Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa Blumenau – Santa Catarina (47) 3041-2990 ou 3035-5482 |...

Camargo Química amplia linha para concreteiras

Entre os principais produtos da indústria da construção civil que melhoram o desempenho de argamassas, concretos e artefatos de cimento estão os aditivos polifuncionais. Com o objetivo de aliar qualidade e preço, a Camargo Química incrementou as tecnologias e as ferramentas de desenvolvimento dos polifuncionais e está com novos produtos da linha Admix. Usa-se os aditivos para alterar as propriedades dos elementos em que são aplicados, como a concretagem, seja em estado fresco ou endurecido. São considerados importantes pois melhoram as funções e as aplicações da estrutura, bem como auxiliam na diminuição de possíveis erros da composição. De acordo com o diretor da Camargo Química, Fabio Pires, os aditivos polifuncionais são considerados produtos básicos da construção civil e com alto volume de comercialização, por isso a empresa – que possui sede em Blumenau (SC) e representantes comerciais em diversas regiões do país – aposta no diferencial, através de tecnologias mais avançadas, e no preço competitivo para alavancar as vendas no mercado. Admix A linha de aditivos polifuncionais para concreteiras da Camargo conta com produtos plastificantes e redutores de água, prontos para consumo, isentos de cloretos e compatíveis com diversos tipos de cimentos. Possuem como benefícios: redução de água de amassamento; aumento da coesão e homogeneidade da massa; melhora da trabalhabilidade; auxílio no adensamento; melhora do aspecto superficial do concreto; aumento das resistências mecânicas à compressão e uniformidade; aumento da impermeabilidade do concreto; e prolongamento da durabilidade. São recomendados para diversos tipos de concreto, como dosados em central, pavimentos, tubos, galerias, aduelas e aparentes. Mais informações: Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa Blumenau – Santa Catarina (47) 3041-2990 ou...

Economia de água e auxílio no acabamento do concreto

Agentes de cura são alguns dos produtos mais utilizados na construção civil, pois evitam a formação de fissuras e contribuem para o meio ambiente. Na indústria da construção civil, o concreto cumpre papel fundamental. Presente em grande parte das obras, o material, formado por misturas entre cimento e agregados – como areia, pedra, água e aditivos – já conquistou o mercado e por isso vem ganhando novas tecnologias de usabilidade e produtos que melhorem a funcionalidade, onde destacam-se os agentes de cura. Atualmente, o uso do concreto vai desde a sustentação de uma estrutura até mesmo como acabamento aparente, por ser versátil e resistente. Porém, para que o material tenha uma cura (processo de secagem) perfeita, sem formação de fissuras, é necessário hidratá-lo constantemente nos sete primeiros dias da obra. É nesse processo construtivo considerado fundamental que entra a função dos agentes de cura. De acordo com Fábio Pires, diretor da Camargo Química, empresa que desenvolve produtos químicos para a indústria da construção, os agentes de cura são responsáveis por evitar a evaporação da água de amassamento e, assim, proporcionar a cura do concreto com alta umidade, aumentando a durabilidade e reduzindo a formação de fissuras por secagem e retração. Segundo Pires, os agentes de cura são as alternativas mais simples e econômicas para garantir o bom acabamento do concreto, por isso é que são produtos importantes no mercado da construção. “Além das funções cumpridas na obra, outros dois benefícios se destacam: a economia de água e, consequentemente, a contribuição ao meio ambiente. Por exemplo, para um prédio de 10 pavimentos que utiliza o concreto na estrutura é possível...

Camargo Química dobra capacidade produtiva

Um novo espaço foi construído na sede da Camargo Química, em Blumenau/SC. A estrutura, que já sendo utilizada, dobrou a capacidade produtiva da empresa que atua no desenvolvimento de produtos químicos para a construção civil desde 2008. Instalações modernas e equipamentos de última geração foram utilizados na localidade, com o objetivo de melhorar e ampliar o trabalho desenvolvido. Segundo o diretor da Camargo, Fábio Pires, a ampliação é necessária devido ao crescimento da empresa. “Tivemos um ano de 2014 com grande aumento econômico. Esse resultado positivo representou as boas vendas realizadas, que foram tanto para segmentos de pequeno porte quanto para grandes obras, como as empresas que adquiriam os produtos para as construções da Copa do Mundo. Por isso, sentimos a necessidade de mudar o espaço para acompanhar nossa evolução no mercado”, explica. Mais informações: Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa Blumenau – Santa Catarina (47) 3041-2990 ou 3035-5482 |...

Produto que diminui índice de poluição de veículos é lançado pela Camargo Química

Uma solução química que reage com os gases poluentes que saem dos motores automotivos movidos a diesel tornou-se uso obrigatório desde 2012 em veículos classificados como comerciais leves, pesados, semipesados e ônibus. É o Arla 32, que agora também faz parte da cartela de produtos da Camargo Química. A empresa catarinense torna-se a terceira de Santa Catarina a produzir o reagente químico com homologação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). No Brasil, são 74 organizações autorizadas a comercializar. O Arla 32 da Camargo Química, denominado TecNox 32, será distribuído em todas as regiões do país, mas com foco nos estados do Sul – Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com os novos produtos, a empresa catarinense passa a expandir a atuação, que antes destinava-se à construção civil. “Decidimos investir nesse segmento para veículos automotivos em função da abertura do mercado e de amplas oportunidades. O TecNox 32 entra para comercialização com preço competitivo e com certificado do Inmetro, visando vendas para transportadoras e em licitações. A expectativa é de um aumento de 10% na receita anual da empresa em 2014”, destaca Fábio Pires, diretor da Camargo Química. TecNox 32 Fábio Pires explica que o produto não é considerado perigoso para manuseio nem danoso ao meio ambiente. É produzido através de solução de ureia de alta pureza com água desmineralizada e deve ser abastecido com um tanque específico, semelhante ao usado para diesel. Recomenda-se que a cada 100 litros de diesel sejam usados 5 litros de Arla 32. Mais informações: Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa Blumenau – Santa Catarina (47) 3041-2990 ou 3035-5482...

Mistura perfeita da construção

Aditivos especializados contribuem para a funcionalidade e eficiência do concreto. Cada vez mais a tecnologia ganha espaço na construção civil. O mercado do concreto é um exemplo de segmento que passou a receber mais qualidade com o auxílio de produtos químicos especiais, desenvolvidos com base tecnológica e efeitos específicos, como os aditivos, adicionados direto na mistura com cimento, água e agregados. Usados para alterar as propriedades da concretagem, seja em estado fresco ou endurecido, os aditivos são considerados importantes pois melhoram as funções e aplicações do concreto, bem como auxiliam na diminuição de possíveis erros da composição. Segundo o diretor da Camargo Química, empresa catarinense especializada na área de desenvolvimento de itens químicos para a construção, os aditivos tornaram-se fundamentais para a eficácia das funções do concreto. “A construção vem trabalhando intensamente com a agilidade e a qualidade. Ou seja, objetiva-se melhorar a produtividade e garantir os efeitos rápidos, mas sempre focando em resultados extremamente satisfatórios. Neste sentido, os componentes químicos cumprem papéis essenciais, a exemplo dos aditivos”, destaca Fábio. São produtos que aumentam a trabalhabilidade, a resistência, a compacidade, a durabilidade, a fluidez e o bombeamento do concreto. Além disso, diminuem a permeabilidade, a retração, a absorção de água, o calor de hidratação e o tempo de pega. Categorias de aditivos Existem sete tipos de aditivos, de acordo com a Norma de Desempenho (NBR) 11.172, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que regulamenta estes produtos químicos: aceleradores, incorporadores de ar, retardadores, plastificantes, plastificantes e retardadores, plastificantes e aceleradores e superplastificantes. Pires explica que cada aditivo possui características específicas que determinam o uso adequado. Os aceleradores servem para...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: