Novas bike patrulhas entram em funcionamento em 2010

A Associação Blumenauense pró-Ciclovias (ABC) se reuniu na noite desta quarta-feira (17/03) para debater temas de interesse dos ciclistas e dos que são favoráveis à causa. O presidente do Seterb – Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transportes de Blumenau, Rudolf Clebsch, esteve presente no encontro e anunciou que, ainda neste ano, mais três bike patrulhas vão integrar o efetivo de trânsito. Hoje já existem quatro agentes trabalhando com duas bikes e os resultados têm sido muito positivos. Segundo Clebsch, os agentes que utilizam as bicicletas apresentam mais interação e aproximação com a comunidade. Além disso, a bike patrulha garante redução de custos operacionais, favorece o meio ambiente e auxilia na manutenção de uma vida mais ativa e saudável aos agentes. “No início, tivemos que buscar agentes interessados em utilizar a bicicleta, hoje já temos candidatos esperando uma oportunidade de trabalhar com o veículo”, contou o presidente do Seterb. De acordo com ele, as novas unidades devem começar a operar em julho de...

Gestão: Empresas investem mais em comunicação interna

A maioria dos profissionais de recursos humanos já entendeu que, especialmente na crise, uma comunicação interna clara e objetiva é uma das ferramentas mais eficazes para evitar boatos, criar um bom ambiente de trabalho e engajar os colaboradores. Saiba mais nesta matéria do jornal Valor Econômico do dia 13 de julho, que apresenta dados de estudo realizado pela consultoria Deloitte sobre as práticas e as tendências do RH para 2009 com 63 grandes empresas nacionais e multinacionais que operam no Brasil. Atribuindo níveis de importância distintos para diversas práticas, os participantes disseram que aprimorar os sistemas de comunicação interna da organização é atualmente a segunda principal prioridade, com 60% de adesão. Para efeito de comparação, este item ficou em quinto lugar na pesquisa anterior, em novembro, com apenas 25%. “Em uma situação de turbulência, é imprescindível que as organizações tenham sistemas de comunicação eficientes e pró-ativos. Só assim é possível atualizar. Motivar e administras as expectativas da força de trabalho”, afirma Fábio Mandarano, gerente sênior da Deloitte. O maior esforço dos profissionais de recursos humanos, no entanto, é ajudar a empresa nos processos de mudança organizacional. O item passou de 53% para 67% no intervalo de um semestre. “Na crise, o RH voltou a ser requisitado e a contribuir de forma mais estratégica. Cortar custos não significa simplesmente demitir, mas rever estruturas e processos”, ressalta Mandarano. Com a área fortalecida, 46% das empresas afirmaram que vão manter o orçamento e 20% vão aumentá-lo. A maior parte dos investimentos, porém, será destinada ao treinamento e desenvolvimento dos colaboradores e executivos. Embora a crise tenha colocado a retenção de talentos em...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: