Aprenda a fazer o arroz cremoso de forno, com azeite de dendê, leite de coco e camarões grelhados

Aprenda a fazer o arroz cremoso de forno, com azeite de dendê, leite de coco e camarões grelhados

Receita da chef Janaina Rickmann rende cinco porções e fica deliciosa acompanhada de um bom vinho.  O arroz faz parte das refeições de grande parte dos brasileiros, na maioria das vezes, o prato serve como acompanhante de grandes estrelas da gastronomia, mas, também tem potencial de assumir o papel principal durante as refeições. Para sair da rotina e inovar na cozinha, a chef Janaina Rickmann preparou um arroz de camarão para deixar aquele almoço ou jantar de família, ainda mais especial. O arroz cremoso de forno está disponível no cardápio da Enoteca Decanter Blumenau. A receita rende cinco porções. Leva arroz parboilizado, azeite de dendê, leite de coco e camarões. Ingredientes 1 kg de camarão médio 4 xícaras de arroz parboilizado 8 xícaras de água 2 dentes de alho 1 alho-poró 1/2 xícara de azeite de dendê 1/2 maço de coentro fresco 1/2 maço de salsinha fresca 1 pimenta de dedo-de-moça sem sementes 1 litro de leite de coco 4 tomates italianos maduros Sal e pimenta a gosto Modo de preparo Aqueça a caçarola e derrame o azeite de dendê, refogue o alho-poró cortado em rodelas e o dente de alho picado, acrescente o tomate picadinho e deixe apurar por 5 minutos em fogo médio. Tempere os camarões com sal e pimenta e coloque na caçarola. Quando os camarões estiverem rosados, acrescente o leite de coco e a salsinha com o coentro bem picadinho, e adicione sal e a pimenta. Em outra panela, derrame duas colheres de azeite de dendê, refogue o alho picado e a pimenta dedo-de-moça sem sementes bem picadinha e adicione o arroz. Em seguida acrescente...
Decanter lança plataforma de vinhos para o público jovem

Decanter lança plataforma de vinhos para o público jovem

A Decanter Easy oferece modernidade e preços acessíveis. Para chamar a atenção do público jovem, a Decanter lançou uma plataforma que oferece vinhos de alta qualidade e com preços acessíveis, somados a informações de interesse daqueles que gostam de vinho, mas não se interessam tanto pelas questões técnicas da bebida. A Decanter Easy tem o objetivo de abordar de modo descomplicado a cultura do vinho, tornando a escolha mais fácil e ágil. Com vinhos a partir de R$ 30 reais, a loja online tem cerca de 120 rótulos disponíveis, com seleções para agradar a todos os gostos e paladares. Do Velho ao Novo Mundo, a seleção de vinhos exclusiva da plataforma da Decanter Easy é diversificada. Entre as opções, destacam-se o argentino Finca Las Moras; e o chileno Terranoble, com a seleção Sol de Andes, com seus rótulos mais modernos. O francês Paul Mas, Bodegas Lozano da Espanha e Falua de Portugal também fazem parte dos rótulos do Velho Mundo. Na plataforma, é fácil encontrar o que se deseja por meio da seleção entre categorias bem distribuídas como, “Bom, Bonito e Barato”, “Para Impressionar”, “Crush” – vinhos mais suaves –, “Novidades” e “Última Chance”, com rótulos brancos e rosés. Em cada seção, o consumidor também tem acesso a materiais que auxiliam na escolha e harmonização dos vinhos. “O universo do vinho está chamando cada vez mais atenção do público jovem, e o Decanter Easy busca aproximar ainda mais esse consumidor da bebida. A plataforma reúne informações simplificadas e de fácil acesso, com uma seleção de alto nível com preços justos e informações que auxiliam na escolha certa de cada...
Vinhos para harmonizar com pratos típicos de Natal e Ano Novo

Vinhos para harmonizar com pratos típicos de Natal e Ano Novo

Sommelier dá dicas para harmonizar os pratos mais consumidos durante as celebrações de final do ano com vinhos e espumantes Durante o mês de dezembro, grande parte das famílias brasileiras planeja os pratos que irão compor a ceia de Natal e a noite de Ano Novo. Porém, os momentos especiais não são marcados apenas pelos famosos pratos típicos. As bebidas também ganham um destaque nas celebrações, ainda mais quando harmonizam perfeitamente com as refeições. Para dar certo e se possa tirar o máximo dos sabores dos pratos e bebidas, a harmonização precisa respeitar a identidade de cada produto, fazendo com que eles se complementem no paladar. Quando bem-sucedida a harmonização do prato com o vinho ambos melhoram o sabor, elevando o prazer na degustação. “É isto que se busca na combinação de vinho e alimento, que um melhore o outro. Para saber se errou na combinação observe se uma das partes anulou a outra, o vinho não pode se sobrepor à comida tampouco ao contrário”, observa o sommelier da Decanter, Sidney Lucas. Para evitar combinações desastrosas entre os rótulos de vinhos e espumantes nos pratos típicos de Natal e Ano Novo, o sommelier dá algumas dicas. O prato mais clássico da ceia natalina, pode ser um verdadeiro desafio na hora de combinar com a bebida. Harmonizar vinhos e carnes de aves pode parecer simples, mas é preciso ficar atento, pois nem todas as aves são delicadas em sabor. O sommelier ressalta que no caso do peru natalino, que possui uma carne delicada e inclinada ao doce, a sugestão é um vinho tinto mais leve, como o Terranoble Reserva Pinot...
Entenda as principais diferenças entre os vinhos Cabernet, Merlot e Malbec

Entenda as principais diferenças entre os vinhos Cabernet, Merlot e Malbec

Sommelier esclarece as distinções entre as uvas do vinho O vinho é uma bebida elegante e saborosa, que apresenta várias características que auxiliam na definição do seu sabor, como por exemplo, o aroma, coloração, produção, tipo de uva e até o teor alcoólico. De acordo com uma pesquisa realizada pelo site americano especializado na bebida, Wine Folly, estima-se que exista mais de 200 tipos de vinhos no mundo. O tipo de uva utilizado é um dos fatores mais determinantes para diferenciar os vinhos. As mais utilizadas no mundo da bebida são as uvas viníferas. A variedade impressiona, atualmente, existe cerca de 5 mil tipos de uvas viníferas no mundo. As mais famosas entre os tintos são a Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec, Carmenère, Syrah e Pinot Noir. De acordo com o sommelier da Decanter, Sidney Lucas, entre as uvas mais plantadas no mundo para a produção de vinhos finos estão a Cabernet Sauvignon e a Merlot. A produção mundial é dominada pela Itália, França e Espanha, e representa cerca de 54% da produtividade do vinho em todo o mundo. Muitas pessoas acreditam que a apreciação e diferenciação do vinho é algo exclusivo dos enólogos, sommeliers e grandes apreciadores da bebida, porém, cada vez mais pessoas buscam consumir e adquirir conhecimento sobre o universo da bebida que se popularizou e conquistou a todos. Diferenciar os inúmeros sabores e aromas da bebida, parece ser uma tarefa difícil. Os vinhos Cabernet, Merlot e Malbec estão entre os mais conhecidos e consumidos. Porém, muitas pessoas possuem dúvidas sobre as diferenças entre eles. Para auxiliar e esclarecer algumas questões, o sommelier da Decanter, Sidney Lucas...
Menu de verão: saiba como harmonizar pratos doces e salgados

Menu de verão: saiba como harmonizar pratos doces e salgados

A Enoteca Decanter apresenta o novo cardápio da estação do Wine Bar, assinado pela chef Janaina Rickmann.   A harmonização entre pratos elaborados com sofisticação e vinhos exclusivos são os atrativos do novo cardápio oferecido no Wine Bar da Enoteca Decanter Blumenau. O novo menu de verão, assinado pela chef Janaína Rickmann, traz sugestões de harmonizações feitas pelo sommelier Sidney Lucas. O menu conta com diversas opções diferenciadas que harmonizam com os mais variados tipos de vinho. As opções para curtir a estação contam com entradas leves e deliciosas, como Queijos Finos e Nobres e a Salada quente de Pupunha e frutos do mar grelhados. Para harmonizar, o sommelier indica o vinho branco Tetramythos Roditis 2016. A quem aprecia os vinhos rosés, a chef Janaína Rickmann elaborou pratos como o Trio de Bruschettas, que pode ser acompanhado do PradoRey Rosado Fermentado en Barrica 2016. “De cor intensa rosa cereja, o vinho se destaca pelo aroma frutado maduro bem mesclado em baunilha e tostado da barrica”, comenta Sidney. Já para quem gosta de um bom vinho tinto, a sugestão é o Conde de Vimioso Sommelier Edition 2015, o par perfeito do prato elaborado com Pancetta em baixa temperatura com canjiquinha cremosa. Sobremesas Para aqueles que preferem apreciar uma sobremesa ao lado de um bom vinho, o cardápio do Wine Bar oferece opções deliciosas. Para os amantes de vinhos contemplativos doces, o Coquetel Três Estações e a Queimada de Leche são as escolhas certas para acompanhar o vinho José Maria da Fonseca Alambre Moscatel de Setúbal 2012. O sommelier ressalta que na bebida destacam-se os aromas de casca de laranja confitada,...
Receitas à base de vinho: além de acompanhar as refeições, a bebida também pode ser utilizada como tempero ou ingrediente

Receitas à base de vinho: além de acompanhar as refeições, a bebida também pode ser utilizada como tempero ou ingrediente

Utilizar o vinho como ingrediente na preparação de pratos pode ser um ótimo truque para adicionar sabores únicos ao cardápio, desde que utilizado da maneira correta. Do vinho tinto ao branco, do espumante ao frisante e ainda temos os incríveis e pouco compreendidos rosé e fortificado, o que não faltam são estilos para agradar o paladar com sabores incríveis. Mas, a versatilidade do vinho não se limita apenas as taças. A bebida também é um ótimo acompanhamento para alguns pratos. Segundo o sommelier da Decanter, Sidney Lucas, o vinho, em geral, realça o gosto do prato acrescentando aromas e sabores característicos. A bebida, por exemplo, pode ser utilizada em marinadas e cozimento de aves e carnes, em sopas, molhos quentes ou frios, recheios de bolos, tortas e sobremesas.É possível utilizar todos os tipos listados acima no preparo de alimentos, e geralmente são utilizados em três etapas na cozinha: no pré-preparo (marinada), em especial de carnes quando o alimento fica imerso em meio ácido por algumas horas junto com outros ingredientes da receita para absorver esses sabores, na cocção de carnes em panelas ou forno, de risotos e frutas, como por exemplo, pera ao molho de vinho, nos molhos e reduções para acompanhamento. Além disso, o sommelier destaca que é tradicional em algumas culturas harmonizar o prato com o mesmo vinho utilizado na receita, na Borgonha, por exemplo, o mesmo vinho utilizado no cozimento do Boeuf Bourguignon, pode acompanhar à mesa, mas, não precisa ser um exemplo a ser seguido, já que não se aconselha utilizar vinhos caros nas receitas. “Não precisa ser caro, basta que tenha qualidade aceitável. É...
× Como podemos ajudar?

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: