Investimentos em segurança devem começar pelos funcionários

Não basta ter o melhor sistema de combate a incêndio se equipes não souberem agir em casos de emergência. De acordo com o Anuário Estatístico, divulgado pela Previdência Social, foram registrados 705.239 acidentes de trabalho em 2012. O número é considerado alarmante. Ainda de acordo com a publicação, mais de dois mil trabalhadores morreram em acidentes e cerca de 14 mil ficaram incapacitados. A maioria dos acidentes ocorridos poderia ser evitado. Alguns ocorrem por falta de atenção, outros por falta de conhecimento dos equipamentos utilizados no dia a dia e falta de preparo para agir em situações de risco. Muitos empreendedores evitam promover treinamentos com os colaboradores por conta do tempo necessário para o aprendizado. Para eles, economicamente falando, as horas paradas têm influência direta no caixa da empresa. Mas, alguns treinamentos, apesar de não serem realizados pelas empresas são obrigatórios e essenciais, como é o caso do curso de formação e reciclagem de brigadistas, uma exigência da Norma Regulamentadora 23, que diz respeito à proteção contra incêndios. Os cursos a distância surgem como uma boa opção para as empresas, pois possibilitam a execução do conteúdo em qualquer ambiente e a qualquer hora do dia. Sendo assim, não há necessidade de parar a linha de produção para promover o treinamento. Outro ponto positivo, é que cursos online são dinâmicos e respeitam a individualidade de cada aluno, o que também traz mais efetividade para o conhecimento adquirido. A Evolke Treinamentos, empresa localizada em Blumenau, é a primeira do Brasil autorizada a ministrar o curso digital de brigadistas. De acordo com Hugo Vogel, diretor da empresa, os cursos aliam informação técnica,...

Prevenção contra incêndios deve ser redobrada em indústrias têxteis

É necessário ficar atento com o maquinário e tecidos, itens que são facilmente consumidos pelo fogo. De acordo com o Anuário Brasileiro de Proteção, mais de 47 mil pessoas sofreram acidentes de trabalho em 2012. De acordo com a Norma Regulamentadora 12, que diz respeito à segurança no trabalho em máquinas e equipamentos é necessário que as instalações elétricas das máquinas e equipamentos sejam projetadas e mantidas de modo a prevenir o choque elétrico, incêndio e a explosão, riscos comuns em indústrias têxteis. Este tipo de indústria está entre as empresas com maiores risco de incêndios, por conta da matéria prima com que trabalham como algodão, tecidos e linhas, itens com maior poder de propagação de fogo. Por este motivo é necessário investir em medidas de proteção e segurança contra incêndios, que vão evitar os prejuízos e danos. De acordo com a Norma Regulamentadora 23, que diz respeito à proteção contra incêndios, toda empresa deve ter um brigadista, seja voluntário ou particular. O brigadista é aquele que possui conhecimento sobre prevenção e combate a incêndios, primeiros-socorros e brigada de incêndio, de forma a poder agir com competência e objetividade no desempenho de suas atividades. A principal dificuldade apontada pelas indústrias para cumprir a norma é a necessidade de liberar por quase uma semana um profissional para o treinamento. Porém, uma empresa de Blumenau (SC) é pioneira no oferecimento do curso on-line de formação e reciclagem de brigadistas. O curso, desenvolvido pela Evolke Treinamentos, tem como objetivo formar pessoas para que estejam aptas a realizar ações preventivas e emergenciais nas empresas em que atuam. Os participantes recebem instruções sobre combate...

Curso on-line forma brigadistas para o combate a incêndios

Treinamento de formação e reciclagem é exigência da NR-23 e agora pode ser realizado pela internet. O trabalho das brigadas de incêndio é vital nos primeiros instantes de combate e extinção do fogo. Por isso, o curso de formação e reciclagem de brigadistas é uma exigência da Norma Regulamentadora 23, que diz respeito à proteção contra incêndios. Todas as empresas e até mesmo escolas devem ter um profissional treinado, fato descumprido em grande parte das organizações atualmente. A principal dificuldade apontada pelas empresas para cumprir a norma é a necessidade de liberar por quase uma semana um profissional para o treinamento. Porém, uma empresa de Blumenau (SC) é pioneira no oferecimento do curso on-line de formação e reciclagem de brigadistas. A Evolke Treinamentos é a primeira do Brasil autorizada pelo Corpo de Bombeiros para ministrar o treinamento teórico de brigadistas de forma digital, integrada às modalidades presencial ou combinada. O curso tem como objetivo formar pessoas para que estejam aptas a realizar ações preventivas e emergenciais nas empresas em que atuam. Os participantes recebem instruções sobre combate ao fogo, prevenção de incêndios, abandono de área e primeiros socorros. Hugo Vogel, diretor comercial da Evolke, explica que todos os cursos têm a proposta de mostrar que aprender pode ser divertido e as aulas são focadas no aluno, de modo interessante e didático. Além disso, respeitam o ritmo de aprendizado individual. “Utilizamos recursos 3D, animações, vídeos, infográficos, personagens e jogos com o objetivo de gerar engajamento e garantir melhor aprendizagem para os participantes”, ressalta. Além de treinamentos padronizados, como o de brigadista, a empresa elabora cursos de acordo com as necessidades...

Evolke Treinamentos apresenta novidade na ExpoGestão 2014

Empresa é a primeira do Brasil a receber aprovação para ministrar curso digital de formação e reciclagem de brigadistas. A Evolke Treinamentos, empresa especializada em educação corporativa, apresenta na ExpoGestão 2014, que ocorre de 20 a 23 de maio em Joinville (SC), o curso de formação e reciclagem de brigadistas, uma exigência da Norma Regulamentadora 23, que diz respeito à proteção contra incêndios. A empresa é a primeira do Brasil credenciada a ministrar o curso de forma digital, integrada as modalidades presencial ou combinadas. O curso tem como objetivo formar pessoas para que estejam aptas a realizar ações preventivas e emergenciais nas empresas em que atuam. O trabalho das brigadas de incêndio é vital nos primeiros instantes de combate e extinção do fogo. Os participantes desse curso recebem instruções sobre combate ao fogo, prevenção de incêndios, abandono de área e primeiros socorros. Hugo Vogel, diretor comercial da Evolke, explica que todos os cursos têm a proposta de mostrar que aprender pode ser divertido e as aulas são focadas no aluno, de modo interessante e didático. “Utilizamos recursos 3D, animações, vídeos, infográficos, personagens e jogos com o objetivo de gerar engajamento e garantir melhor aprendizagem para os participantes”, ressalta. Além de treinamentos padronizados, a empresa elabora cursos de acordo com as necessidades do cliente, auxilia na implantação dos sistemas de gestão de conhecimento e ainda desenvolve vídeos e imagens em 2D e 3D para ser usado nos manuais interativos que a empresa entrega ou para serem utilizados como materiais de marketing. “A Evolke acredita que o desenvolvimento intelectual é determinado pela relação do usuário com a informação que está sendo...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: