Dia do trabalho: foco na saúde dos colaboradores

Dia do trabalho: foco na saúde dos colaboradores

O consumo diário de frutas traz diversos benefícios para a saúde. E para incentivar esse hábito nutricional entres seus colaboradores, a empresa de TI Inventti, de Blumenau, aproveitou o Dia do Trabalho para lançar uma nova campanha com foco na qualidade de vida de sua equipe.  A partir de maio, os colaboradores vão ganhar frutas para consumir na hora do lanche na empresa. A ideia surgiu a partir da observação dos próprios hábitos dos integrantes da equipe da Inventti. “Vimos que muitos colaboradores já têm o costume de se alimentar de maneira saudável, por isso a proposta de distribuir as frutas e estimular ainda mais seu consumo”, diz Nayara Gabriela Metzner, da área de Gestão de Pessoas da Inventti. A intenção é que essa prática seja ampliada também para mais pessoas. “Esperamos ainda que eles não consumam as frutas somente de segunda a sexta-feira e repliquem essa atitude também em suas casas e entre suas famílias”, diz Nayara. O oferecimento gratuito das frutas não é uma ação isolada e faz parte de uma solução mais ampla com foco na qualidade de vida do time da Inventti. No ano passado, também no Dia do Trabalho, a empresa distribuiu garrafas para aumentar o consumo de água entre seus colaboradores. Também colocou em prática uma sugestão de pessoas da equipe de reduzir a carga horária de trabalho. Desde então, o número de horas diminuiu de 44 para 40 horas semanais e os colaboradores podem aproveitar essas quatro horas excedentes para praticar atividades físicas, ter um momento de lazer ou mesmo descansar. Ações preventivas Além de campanhas para incentivar o consumo de mais...
O que observar na hora de escolher um sócio para o seu negócio

O que observar na hora de escolher um sócio para o seu negócio

Quem já tem um negócio próprio ou está pensando em criar um empreendimento sabe como a parceria com um sócio pode ser importante para o desenvolvimento e sucesso da empresa. Mas escolher uma pessoa para firmar esse laço nem sempre é fácil, e fazer a opção errada pode ser desastroso para o futuro de todo o projeto. O  empresário Tibério César Valcanaia tem uma sociedade de sucesso já cerca de 10 anos com Reinaldo Oliveira. Eles são sócios na Inventti, de Blumenau (SC), uma empresa especialista em soluções de tecnologia para documentos fiscais eletrônicos, com 20 mil clientes no Brasil. Ano passado a empresa cresceu cerca de 30% no faturamento e para este ano a meta também é de um aumento de 30%. Com base em sua experiência positiva, Valcanaia aponta alguns fatores fundamentais que precisam ficar no topo da lista na hora de escolher um sócio para o seu negócio. Confiança e valores É preciso avaliar se a pessoa é mesmo honesta e se você tem confiança nela. Tibério e Reinaldo já tinham essa confiança um no outro, pois se conheciam há mais de duas décadas e atuaram em conjunto no passado em outros momentos da carreira. Além disso, é importante que os dois compartilhem os mesmos valores. “Isso não quer dizer que os dois precisam pensar igual em tudo, mas é preciso saber onde querem chegar e estarem dispostos a dividir os desafios que os caminhos do empreendedorismo vão apresentar, e que não são poucos!”, diz Valcanaia. Boa convivência Com a grande carga de trabalho que todos têm hoje em dia, principalmente quando se é o dono...
Tecnologia ajuda a agilizar as vendas de Páscoa nos supermercados

Tecnologia ajuda a agilizar as vendas de Páscoa nos supermercados

A Páscoa é considerada a segunda melhor data de vendas do ano para os supermercadistas, depois do Natal. É neste período que muitos lojistas aproveitam para garantir um aumento no faturamento, com as vendas de ovos de chocolates e outros itens específicos consumidos nesse período de celebração. As expectativas para este ano já são positivas. A Associação Paulista de Supermercados (Apas) prevê um crescimento real de cerca de 2% para o setor supermercadista com as vendas de Páscoa. O crescimento nominal deve ficar em torno de 8%. Para aproveitar esse bom momento de vendas, os supermercadistas podem contar com ferramentas que garantem um atendimento ágil e dentro das exigências fiscais da legislação. Estas soluções de tecnologia podem ser fundamentais para o sucesso, pois nas redes varejistas, o parque tecnológico normalmente é grande e precisa estar 100% funcionando para que não ocorra perda de vendas. Um exemplo é a solução da Inventti, especialista em documentos fiscais eletrônicos para o varejo, que antecipa possíveis problemas no parque tecnológico dos supermercados, com seu serviço de monitoramento dos equipamentos S@T CF-e (exigência legal para as vendas a consumidor nas empresas do estado de São Paulo) A nova ferramenta monitora todo o parque SAT dos clientes e indica pontos críticos que podem comprometer a operação. Com informação em tempo real do link de conexão com a Secretaria da Fazenda (SEFAZ), nível de bateria do equipamento, validade do certificado digital, versão do layout disponibilizado pela SEFAZ, quantidade de documentos armazenados no SAT entre outros indicadores, a solução permite que seja detectado e corrigido um problema no equipamento SAT antes que a operação seja afetada. “Isso...
Cerca de 1,3 milhão de empresas precisam se adaptar à nova versão da NF-e

Cerca de 1,3 milhão de empresas precisam se adaptar à nova versão da NF-e

Cerca de 1,3 milhão de empresas emissoras de Notas Fiscais eletrônicas (NF-e) no Brasil terão que se adaptar à nova versão do documento fiscal. Desde que a NF-e foi instituída no país em 2005, já foram autorizadas aproximadamente 16 bilhões de notas fiscais eletrônicas. A partir de 1º de junho, a versão 4.00 da NF-e entra em vigor no ambiente de homologação, onde são feitos os testes. A partir de 1º de agosto, ela passa a valer no ambiente de produção. Dia 6 de novembro, será desativada a versão 3.10 da NF-e, e as empresas que não migrarem para a 4.00 não conseguirão mais emitir a nota eletrônica. Essa mudança de versão do documento fiscal eletrônico exige adaptações rápidas dos usuários na busca por soluções mais completas, que façam a emissão dos documentos eletrônicos e ainda agreguem outros benefícios aos negócios, como funcionalidades de controle e gestão. “Uma ferramenta mais completa garante a emissão correta dos documentos fiscais, sem problemas com o Fisco, e ainda soma outras vantagens para o dia a dia dos empreendedores, proporcionando uma visão mais ampla da empresa e um planejamento mais eficiente”, afirma a consultora de negócios do sistema myrp, Karine Gresser. Ela enfatiza que as empresas precisam se antecipar a esses prazos para não ter falhas na emissão. “É importante procurar uma solução especializada, que faça essas atualizações de versão sempre de forma automática, de acordo com a legislação, e ainda ofereça recursos que facilitem a gestão dos empreendedores”, acrescenta Gresser. Mais informações: Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa Blumenau – Santa Catarina (47) 3041-2990 ou 3035-5482 |...
Crescimento do número de clientes e da rentabilidade é o foco de 78% dos contadores

Crescimento do número de clientes e da rentabilidade é o foco de 78% dos contadores

Aumentar o número de clientes e aumentar a rentabilidade é um dos principais objetivos, para os próximos dois anos, entre 78% dos contadores entrevistados em uma pesquisa feita pelo sistema myrp. O levantamento realizado com profissionais de contabilidade, em fevereiro, mostra também que 62% querem aumentar os serviços disponibilizados pelo escritório, como por exemplo, oferecer uma consultoria especializada. Para atingir esses objetivos, os contadores já estão cada vez mais usando a tecnologia a seu favor. Cerca de 70% dos entrevistados utilizam sites de busca de informações no dia a dia de trabalho e 34% acompanham sites de notícias, com interesse principal em assuntos fiscais e tributários. O uso de um sistema para acompanhamento da emissão e gestão de documentos fiscais eletrônicos dos clientes também faz parte da rotina de muitos escritórios contábeis. E na hora de indicar uma ferramenta, os contadores ficam atentos a seis pontos chaves:   1- Emissão de documentos fiscais É a partir da emissão dos documentos eletrônicos feita pelos clientes, que começa o trabalho do contador, e é justamente nessa fase que costumam já ocorrer muitos erros cometidos pelas empresas. Por isso, 47% deles consideram a emissão de documento fiscal como uma das funcionalidades mais importantes na hora do cliente optar por uma determinada ferramenta de gestão. 2- Atualizações automáticas Também no topo das funcionalidades mais importantes para os contadores estão as atualizações fiscais automáticas, citadas por 44% dos entrevistados. Estas atualizações automáticas dos sistemas garantem mais segurança aos contadores no acompanhamento correto da legislação fiscal vigente, que sempre tem constantes alterações. 3 – Acesso para o contador Para 22% dos entrevistados, o acesso do...
Paraíba: novidades nas notas fiscais de remessa (NF-e) e venda (NFC-e)

Paraíba: novidades nas notas fiscais de remessa (NF-e) e venda (NFC-e)

A partir de 1º de abril, passa a ser obrigatória, no Estado da Paraíba, a utilização de um sistema eletrônico para as notas fiscais de venda fora do estabelecimento. A nota fiscal de remessa, chamada “nota mãe”, continua sendo NF-e modelo 55, com a impressão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE) em tamanho normal. Já as notas de venda, as “notas filhas”, podem ser Nota Fiscal de Consumidor eletrônica (NFC-e) quando a venda se destinar a consumidores finais ou DANFE simplificado, quando a venda se destinar a contribuintes do ICMS. O DANFE simplificado também pode ser usado nas vendas para consumidores finais.   O que são notas mães e filhas  A nota mãe: é uma nota fiscal de remessa de mercadoria para venda fora do estabelecimento. A nota filha: é uma nota fiscal da venda efetuada fora do estabelecimento.   Emissão de NFC-e no prazo A NFC-e pode ser emitida em contingência off-line quando o local de venda não possuir conexão com a internet. Mas a transmissão do arquivo da NFC-e é obrigatória dentro do prazo de 24 horas a partir da emissão, assim como ocorre com as vendas dentro do estabelecimento.   O cronograma na Paraíba A NFC-e na Paraíba começou em 2014 em um projeto piloto e iniciou sua obrigatoriedade a partir de 1º de julho de 2015. Continuou com outras obrigatoriedades ao longo de 2015 e 2016 e, a partir de 1º de janeiro deste ano, o cronograma de obrigatoriedades foi finalizado com a inclusão dos demais estabelecimentos varejistas enquadrados no artigo 338 (obrigatoriedade Emissor do Cupom Fiscal) do Regulamento do ICMS-PB. Uma opção...

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: