8 de abril: Dia Mundial de Luta Contra o Câncer

8 de abril: Dia Mundial de Luta Contra o Câncer

A data visa mostrar à sociedade que existem soluções para o controle da doença e que a prevenção está ao alcance de todos. O Dia Mundial de Luta Contra o Câncer, celebrado no dia 8 de abril, foi criado pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC) para informar a sociedade sobre o combate da doença que a cada ano atinge milhares de pessoas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2030 haverá cerca de 27 milhões de novos casos de câncer em todo o mundo e 17 milhões de mortes pela doença. Os países em desenvolvimento serão os mais afetados, entre eles, o Brasil. O crescimento da doença na última década, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), foi de 20%. O oncologista cooperado à Unimed Blumenau, Dr. Omar Machado Filho, ressalta que “o Dia Mundial de Luta contra o Câncer é importante para informar sobre a necessidade de avaliações periódicas dos pacientes, além de conscientizar que o câncer é uma das doenças de maior incidência, mas que tem cura”.   No entanto, o câncer ainda é considerado um dos principais causadores de mortes pelo mundo. Por isso, de acordo com Machado Filho, o diagnóstico precoce é essencial e indispensável, pois somente assim será atingido o maior índice de cura da doença.   “Para prevenir o câncer, são recomendadas as realizações de diversos exames, como: colonoscopia após os 50 anos de idade para homens e mulheres; mamografia para as mulheres após os 40 anos de idade; exames de próstata anualmente nos homens. Nos casos de pessoas com doenças familiares, são necessários exames específicos para...
Unimed Blumenau promove ações para celebrar o Dia Mundial da Saúde

Unimed Blumenau promove ações para celebrar o Dia Mundial da Saúde

Com o objetivo de orientar a população em prol da saúde, a cooperativa realizará um evento no dia 7 de abril, em Blumenau. O Dia Mundial da Saúde é celebrado no dia 7 de abril e para comemorar a data, a Unimed Blumenau vai promover diversas ações para conscientizar e orientar a população sobre prevenção e promoção da saúde. O evento é gratuito, aberto à população e acontecerá na Rua XV de Novembro, em frente à Igreja Matriz, das 8h30min às 12h30min. Na ocasião, o público presente poderá ter orientações sobre hábitos saudáveis e dicas para mudança de comportamento além de aferição de pressão arterial, atividades alusivas à prevenção da saúde, passeios de bicicleta em parceria com o Mais Bicicletas. Também serão distribuídos água, frutas, balões personalizados e folders com dicas de alimentação saudável. Segundo o presidente da Unimed Blumenau, Dr. Alexandre José Ferreira, o objetivo da comemoração é conscientizar a população a respeito da importância de manter o corpo e a mente saudáveis. “Buscamos sempre discutir com a sociedade sobre a prevenção e promoção da saúde e também sobre a relevância de se adotar melhores hábitos de vida, incluindo, por exemplo, exercícios na rotina diária, menor ingestão de alimentos industrializados e controle no uso do sal e açúcar”, ressalta o presidente da cooperativa.   O Dia Mundial da Saúde O Dia Mundial da Saúde visa conscientizar e informar a população sobre a importância da prevenção para ter uma qualidade de vida melhor. Todos os anos, em alusão à data, a Organização Mundial de Saúde – OMS, lista dez prioridades de saúde a serem tratadas no mundo. As prioridades...
Empresas encontram dificuldades para cumprir Lei de Cotas

Empresas encontram dificuldades para cumprir Lei de Cotas

Cerca de 85% dos contratantes tem obstáculos para cumprir a lei que obriga o preenchimento de 2% a 5% das vagas para pessoas com deficiência.     Em julho deste ano, comemora-se 28 anos da Lei de Cotas, para a empregabilidade de pessoas com deficiência. De acordo com o Ministério do Trabalho, existem cerca de 1 milhão de vagas destinadas às pessoas com alguma deficiência no Brasil, mas, apenas 42% destas vagas estão ocupadas. Conforme pesquisa realizada pela empresa Incluir, no Brasil, muitas companhias enfrentam obstáculos para cumprir a Lei de Cotas, como a baixa qualificação dos profissionais com deficiência (19%), a falta de acessibilidade na empresa (15%) e a resistência dos gestores (14%).   Entretanto, apesar dos esforços de diversas companhias envolvidas no processo de inclusão das pessoas com deficiência, o número de contratações no mercado formal de trabalho para esses candidatos ainda está abaixo do esperado.   Pessoas com deficiência têm grandes dificuldades com a inserção no mercado de trabalho porque necessitam de adaptação no ambiente de trabalho, do processo das atividades que irá desenvolver e do instrumento de trabalho em si. Um exemplo de empresa que realiza este processo seletivo é a Unimed Blumenau, que recentemente capacitou colaboradores e formou pessoas com deficiência para incluí-las no mercado de trabalho.   Neste ano, a Unimed Blumenau bateu recorde de colaboradores com deficiência. A cooperativa conta com 25 profissionais com deficiência e possui diversas atividades e programas para capacitar seus colaboradores. Para alcançar essa cota a cooperativa utiliza o Programa de Inclusão. Em 2018 a companhia desenvolveu para colaboradores e comunidade oito atividades e cursos para receber e...
Médico da família: conheça o especialista que faz acompanhamento contínuo do paciente para a promoção da saúde

Médico da família: conheça o especialista que faz acompanhamento contínuo do paciente para a promoção da saúde

Esses especialistas podem lidar com até 80% dos problemas de saúde. O objetivo da atividade é acompanhar e conhecer o paciente buscando fortalecer a figura do clínico de confiança. Os médicos de família são profissionais capacitados para atender pacientes desde a fase inicial da vida e, segundo o Ministério da Saúde, podem lidar com até 80% dos problemas de saúde da população. A ideia central é conhecer e acompanhar o paciente no decorrer da vida, gerando confiança e conforto aos mesmos. “Esses clínicos não focam na doença do paciente e sim, nele. A especialidade é o cuidado com prioridade na reabilitação do mesmo, analisando sempre, o contexto do ambiente e da família”, explica o cardiologista e presidente da Unimed Blumenau, Dr. Alexandre José Ferreira.   Os médicos que fazem residência em medicina de família auxiliam, por exemplo, em exames de rotinas, prevenções e, caso haja necessidade, encaminham o paciente a um especialista. Em alguns países, esses especialistas são conhecidos como “Médicos generalistas”. Na Europa e no Canadá esse método ou sistema é comum e, nesses lugares, cerca de 95% das pessoas têm seu médico generalista de confiança, conforme dados do Ministério da Saúde.   Ferreira ressalta que a população brasileira tem uma cultura voltada para o atendimento especializado, mas que o médico de família é uma tendência que deu certo no Reino Unido e Canadá e que já existe há anos no Brasil. “Em países onde o modelo foi implantado, houve redução nas complicações e nos desperdícios do sistema de saúde, um excelente método”, destaca.   Médicos da família no Vale do Itajaí Os planos de saúde estão vendo...
Novo plano da Unimed resgata figura do médico da família

Novo plano da Unimed resgata figura do médico da família

Com a proposta de atenção centrada na pessoa, e não na doença, o Personal estreia acompanhando os 1.500 colaboradores da Cremer                                       Para promover o conceito de atenção integral à saúde e inspirada em experiências bem-sucedidas no Reino Unido e Canadá, a Unimed Blumenau lançou no Vale do Itajaí o plano Personal. O foco está no cuidado centrado na pessoa, e não na doença, com acompanhamento contínuo do usuário para a promoção da saúde. A Cremer é a primeira empresa da região a aderir ao Personal, e os cerca de 1.500 funcionários da indústria têxtil já contam com o atendimento de uma equipe multidisciplinar.   “Entre as vantagens do modelo estão o rápido acesso ao atendimento e o resgate do médico da família, profissional responsável por cuidar de modo abrangente de cada indivíduo e identificar problemas que necessitem de atendimento especializado”, explica a diretora vice-presidente da Unimed Blumenau, Irene Wiggers. “No modelo tradicional, muitas vezes o paciente recebe atenção inicial em serviços de maior complexidade, como pronto-atendimentos e hospitais, e nem sempre há coordenação e continuidade dos cuidados”, acrescenta Irene.   “Aderimos ao novo plano Personal por disponibilizar um atendimento mais centrado e contínuo aos nossos colaboradores. A atenção com foco na prevenção e no auto cuidado e, os profissionais responsáveis para cuidar de modo abrangente de cada funcionário, foram alguns dos incentivos para retornarmos à Unimed Blumenau com este novo produto diferenciado”, ressalta o gerente de saúde ocupacional da Cremer, Edson Galisa.   O Personal obedece à regulamentação da Agência Nacional...
Verão exige cuidados para evitar a desidratação e intoxicação alimentar

Verão exige cuidados para evitar a desidratação e intoxicação alimentar

Os cuidados com a alimentação na estação mais quente do ano devem ser redobrados.   Alimentos e bebidas necessitam de cuidados e atenção redobrados em função das altas temperaturas e umidade do ar no verão. De acordo com a Organização Mundial da Saúde – OMS, cerca de 600 milhões de pessoas no mundo adoecem por ingerirem alimentos contaminados; mais de 40% delas são crianças.   As cautelas com a alimentação precisam ser priorizadas no decorrer do ano, mas, no verão, casos de intoxicação alimentar e desidratação surgem com maior frequência no Brasil – OMS. O gastroenterologista cooperado à Unimed Blumenau, Bruno Walter Wascheck, explica sobre os distúrbios e dá algumas dicas para preveni-los.   Intoxicação alimentar: Ocorre com a ingestão de alimentos ou água contaminados por bactérias, vírus e microrganismos capazes de sobreviver e se multiplicar no intestino humano. “Os sintomas podem variar, entre eles pode-se destacar náuseas, vômito, dores abdominais, indisposição e diarreia intensa. Normalmente, o organismo resolve o problema entre 5 e 7 dias, com pouca ou nenhuma interferência de medicamentos”, explica. “No verão é difícil evitar que a doença aconteça devido ao calor intenso e a vasta umidade do ambiente. Mesmo conservando bem os alimentos, existe a probabilidade de contaminação. Comidas guardadas na geladeira por 48 horas ou mais, também estão suscetíveis ao contágio”, completa. Abaixo o especialista dá algumas dicas para evitar a intoxicação alimentar: Manusear os alimentos com higiene, lavá-los e, sempre que possível, colocá-los submersos em água e vinagre antes de ingeri-los; Atenção redobrada com o ovo, sempre lavar a casca com detergente neutro antes de prepará-lo; Mesmo que os alimentos estejam dentro do...
× Como podemos ajudar?

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: