Copa do Mundo aliada aos bons negócios

Maior competição de futebol do planeta pode ser ótima jogada de marketing das empresas brasileiras.

O Brasil, considerado país do futebol, se prepara para estar no centro das atenções ao realizar a 20ª edição do principal evento futebolístico do mundo. Entre os dias 12 de junho e 13 de julho, 31 seleções estarão na disputa pela taça de campeão, divididas em 64 jogos que acontecerão em 12 estádios sede. Mas não somente futebol e esporte mobilizarão o país, a economia também tem a oportunidade de estar em evidência e movimentar os mais variados mercados nesta época se as empresas souberem usar das estratégias de publicidade.

O universo da publicidade e da propaganda trabalha, principalmente, com o que chama a atenção e com o diferencial, então por que não aproveitar a Copa do Mundo, que costuma ser um momento de muita emoção, para criar produtos, serviços ou divulgações que tenham relação com o tema? “A Copa é um ótimo momento para fazer marketing de relacionamento com clientes e colaboradores, por ser um momento histórico, pelos brasileiros serem apaixonados por este esporte”, destaca Camila Borela, responsável pelo Planejamento da Free Multiagência, que atua no segmento publicitário em Santa Catarina.

Segundo a publicitária, a Copa no Brasil movimentará diversos setores ligados ao dia a dia das pessoas e deve-se procurar, nestas áreas, maneiras de atrair o público unindo a paixão pelo futebol e a expectativa da maior competição do esporte no planeta. As pessoas vestirão as cores da bandeira para momentos de reuniões entre pequenos e grandes grupos de torcedores, onde haverá consumo de bebidas e de alimentos. Por isso, a profissional explica que eventos em locais públicos e privados durante a transmissão dos jogos podem ganhar forças.

“Para chamar os clientes, pode-se usar de ambientação especial na decoração, estrutura diferenciada, como projeções em telões ou TVs adequadas, serviços de alimentação e bebida, entre outros. Também é uma oportunidade para se elaborar e distribuir brindes nas cores do Brasil ou organizar torcidas com ‘uniformes’ promocionais, mas ao mesmo tempo exclusivos daquele negócio, mostrando que a determinada marca está engajada com o momento em que o país está passando”, explica Camila.

Já a diretora de Criação da Free, Cyntia Wehmuth Hugo, acrescenta: “A Copa do Mundo pode não só render campanhas publicitárias, como também ações inusitadas de live marketing – termo usado para definir um marketing rápido e vivo, para provocar retorno instantâneo – ou até de endomarketing, se bem feitas e envolventes. Entretanto, apesar de assunto sempre ser uma ótima oportunidade de se comunicar, é preciso estar atento e fazer algo ousado, senão tende a ser mais uma de tantas campanhas com o tema.”

Cuidados

Para as empresas interessadas em usar a Copa do Mundo na comunicação, Camila e Cynthia lembram que é preciso cumprir as regras da Lei da Copa, nº 12.663/12, e do Guia de Diretrizes Públicas – Marcas Oficiais da FIFA. São normas e recomendações de como as campanhas podem ser criadas e executadas.

Por exemplo, a lei determina que é expressamente proibido que as marcas usem de símbolos oficiais da FIFA, como emblema da federação, emblemas da Copa 2014 e mascotes oficiais do evento a ser realizado no Brasil, sob pena de detenção ou multa. Além disso, existem palavras patenteadas pela FIFA que só podem ser usadas pelos licenciados. São elas: 2014 FIFA World Cup Brazil, 2014 FIFA World Cup, FIFA World Cup, FIFA, World Cup, 2014 World Cup, World Cup 2014, Brazil 2014, Football World Cup, Soccer World Cup, Copa 2014, Copa do Mundo, Mundial 2014, Mundial de Futebol Brasil 2014, Copa do Mundo 2014 e nomes das sedes + 2014. São cuidados essenciais que devem ser analisados antes de usar o grande evento a favor das empresas brasileiras.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: