Coronavírus e a importância da comunicação

Fernanda R. S. Momm

Jornalista, sócia da Presse Comunicação

 

O que o futuro nos reserva é incerto. A pandemia do coronavírus está sendo considerada a mais desafiadora crise desde a 2ª Guerra Mundial, conforme alerta a Organização das Nações Unidas. Ela traz enormes impactos para as áreas de saúde e economia, além de reflexos incomparáveis na educação e política. Apesar de ser diferente de todos os desafios que o mundo enfrentou no passado recente, essa crise tem um recurso de defesa já conhecido e com eficácia comprovada em outros períodos de dificuldade. Informação acurada, transparência e diálogo são armas poderosas em momentos de crise.

 

É importante que os esforços da área de Comunicação das empresas estejam alinhados aos anseios de seus públicos neste momento difícil para poder promover o diálogo, estimular a inovação, criatividade, engajamento e ações focadas em um mundo melhor.

 

Uma das três principais forças do Marketing 3.0, do qual já tomamos conhecimento há uma década, é a ascensão da sociedade criativa e do marketing do espírito humano, amparada por novas tecnologias e conceitos. “…como resultado dessa crescente tendência da sociedade, os consumidores estão não apenas buscando produtos e serviços que satisfaçam suas necessidades, mas também buscando experiências e modelos de negócios que toquem seu lado espiritual. Proporcionar significado é a futura proposição de valor do marketing. O modelo de negócio baseado em valores é o que há de mais inovador no Marketing 3.0”, descrevem Kotler, Kartajaya e Setiawan, em “Marketing 3.0 – as forças que estão definindo o novo marketing centrado no ser humano”.

 

Citando ainda os mesmos autores, esta foi a “era voltada aos

valores” e de tratar as pessoas como seres plenos “com mente, coração e espírito”, e não simplesmente consumidores. Com o Marketing 4.0, vemos um aprofundamento dos valores do Marketing 3.0, ainda mais centrado no cliente.

 

Apesar das inúmeras incertezas quanto ao futuro, uma única certeza guia este período. A mudança é inevitável. Então, caso a sua comunicação ainda não tenha marcado presença no mundo digital ou esteja ainda praticando o marketing de antigamente, aproveite o momento para a ruptura. Refaça o seu planejamento. Reveja o tom que está usando na comunicação com clientes, colaboradores, fornecedores e acionistas.

 

Além dos itens de necessidade básica, o consumo deve ter queda acentuada no próximos 60 ou 90 dias. Como o seu marketing vai atuar neste período? Como a sua marca pode estar mais próxima das pessoas, como uma parceira importante neste período? E, principalmente, como ela será lembrada quando tudo isso passar?

 

Diz-se no mercado de comunicação que a área é a primeira a ser cortada em períodos que exigem economia por parte das empresas. Mas, no mundo atual isso é o maior equívoco que um gestor por cometer no seu negócio, seja ele uma pequena empresa ou uma grande multinacional.

 

Agora, mais do que nunca, é necessário estar próximo do seu público para formar parcerias que irão promover a retomada e um mundo melhor para todos. Ouça o que seus clientes querem e precisam; ajuste seu planejamento e não ignore ou abandone estratégias que fazem a sua marca ser especial. Leva-se anos para se construir uma marca e uma reputação, mas é muito fácil cair no esquecimento ou, pior, ser lembrado pelos erros. Pense nisso.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Tubarão (Santa Catarina)
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: