Crianças e as doenças de inverno

Baixas temperaturas da estação mais fria do ano deixam os pequenos mais propensos às indisposições respiratórias.

O inverno já começou e os termômetros estão baixando. Com o frio, a umidade é mais baixa e as bactérias e os vírus que ocasionam as doenças respiratórias ficam propícios a se proliferarem facilmente nas pessoas, principalmente em ambientes fechados e de pouca ventilação, locais usados para fugir das temperaturas geladas. Mas nesta época, são as crianças as mais afetadas. Gripe, resfriado, bronquite e outras indisposições ligadas ao aparelho respiratório atingem facilmente os pequenos, desde poucos meses de vida até idades mais avançadas da infância.

Segundo a pneumopediatra do Hospital Dia do Pulmão, Dra. Laura Weigert Menna Barreto, durante o inverno, as doenças infecciosas, como gripe e resfriado, são as mais comuns entre as crianças. “O organismo de uma criança é diferente de um adulto. Quando pequenos, o mecanismo de defesa, com a criação de anticorpos, ainda está em desenvolvimento, além disso, as vias aéreas também são estreitas. Ou seja, esses fatores contribuem para a manifestação dos vírus e bactérias no sistema respiratório”, explica.

Dra. Laura alerta que é preciso estar atento aos sintomas e agravamentos, e dobrar os cuidados com crianças portadoras de alergias e doenças crônicas, como rinite, bronquite e asma. “As doenças infecciosas podem piorar os quadros de alergias e doenças crônicas. Então, é fundamental que os pais conheçam os sintomas e tomem providências necessárias para a prevenção da gripe e do resfriado. Entre elas, está a vacina antigripal. Gestantes e crianças até seis anos se enquadram nos grupos prioritários da campanha nacional”, ressalta.

Gripe x resfriado

Ambas as doenças são tidas como semelhantes e confundem as pessoas, mas a gripe e o resfriado possuem várias diferenças e a pneumopediatra destaca a importância de os pais entenderam cada uma delas, para que possam saber quais os encaminhamentos necessários dar em casos de as indisposições se manifestarem nos filhos.

Enquanto a gripe debilita o corpo, causando dores nas articulações e garganta, mal estar, calafrios, tosse e febra alta, o resfriado se restringe às vias aéreas superiores, com coriza e congestão nasal entre os sintomas, além de ausência ou baixa febre. As ocorrências de gripe se dão durante o outono e inverno, já a o resfriado pode se manifestar durante todas as estações.

Tanto a gripe quanto o resfriado são doenças virais. De acordo com a Dra. Laura, costumam apresentar início e fim, sem a necessidade de tomar nenhuma medida terapêutica, apenas medicações para diminuir os sintomas. “Contudo, ambas as doenças merecem total atenção quando manifestadas nas crianças e precisam de acompanhamento médico”, destaca.

Cuidados

Para evitar que as consideradas doenças de inverno se desenvolvam nas crianças, é importante realizar algumas medidas de prevenção. Confira as dicas da Dr. Laura:

– Mantenha a casa e, principalmente, os ambientes mais usados pelas crianças limpos, livres de sujeiras e poeiras, e as janelas abertas, para que os cômodos tenham ventilação.
– Evite deixar os pequenos em locais fechados, sem ventilação e de aglomeração de pessoas. Nesses ambientes, o contágio de doenças é muito mais fácil.
– Mantenha em dia a vacinação da gripe nas crianças.
– Evite que pessoas que estejam resfriadas ou com gripe tenham contato direto com os pequenos, para que os vírus e as bactérias infecciosas não se proliferem.
– Não fume dentro de casa ou perto das crianças, para que a fumaça não prejudique o sistema respiratório.
– Priorize o aleitamento materno, pois isso é importante para a transmissão de anticorpos de mãe para filho.
– Priorize a consulta pediátrica em casos de agravamentos e para esclarecer dúvidas.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: