Decanter projeta crescimento de 35% em 2010

Anúncio foi feito durante a 7ª Convenção Nacional de Vendas, em Blumenau

O Brasil ainda tem um imenso mercado a ser explorado no segmento de vinhos, em especial, os de alto valor agregado. Pesquisas apontam que o consumo per capita da bebida é de apenas dois litros por ano no Brasil. Vizinhos como a Argentina tem um consumo de 40 litros. A expectativa é que até 2030, o consumo brasileiro cresça para 10 litros. Atenta às oportunidades do mercado, a Decanter Vinhos finos projeta para este ano um crescimento de 35%.

“Em um ano considerado de crise, como foi 2009, crescemos 25% em faturamento e 19% no número de garrafas vendidas. Tudo indica que 2010 será um ano ainda melhor”, revelou o presidente da Decanter, Adolar Leo Hermann, durante a 7ª Convenção Nacional de Vendas Decanter. O evento ocorreu em Blumenau (SC), de 27 a 29 de janeiro, com a participação de cerca de 100 pessoas vindas de todo o Brasil.

Fundada em Blumenau, em 1996, a Decanter está entre as três importadoras mais importantes de vinhos do país e é a primeira na região Sul do Brasil. Com mais de 40 distribuidores, reúne cerca de 130 produtores de 13 países diferentes. Além dos distribuidores, possui a matriz em Blumenau, filiais em Florianópolis e São Paulo; e oito enotecas – lojas diferenciadas que unem a enologia à gastronomia: em São Paulo, Santos, Belo Horizonte, Curitiba, Balneário Camboriú, Jaraguá do Sul, Marília e Campinas.

Para alcançar as metas de crescimento previstas para este ano, a empresa vai focar na marca Decanter como grife, voltada para a Classe A; está implantando uma gerência nacional de Vendas; e também irá ingressar no comércio eletrônico, com um portal de informações sobre a “cultura de vinho” e loja virtual. Além disso, a Decanter aposta no mercado de vinhos nacionais. Continua com seu rótulo Rondinée e investe também na Quinta da Neve, vinícola em São Joaquim, onde tem participação acionária, que este ano deve produzir 30 mil garrafas de vinhos nobres. A Decanter conta ainda com outros projetos na área da enologia que devem ‘estrear’ ainda em 2010.

Outra iniciativa adotada pela empresa é o desenvolvimento de campanhas temáticas. Em 2010 é o Ano da Península Ibérica na Decanter e todos os rótulos de Portugal e Espanha contam com promoções especiais para os consumidores. Além disso, a equipe comercial conta com campanhas de incentivo para a venda dos produtos. A meta é aumentar em 40% a comercialização dos vinhos da Península Ibérica. No ano passado, Ano do Chile na Decanter, foi registrado um crescimento de 50,62% em número de garrafas chilenas vendidas. Foram cerca de 380 mil unidades.

A Convenção – Alguns dos mais importantes especialistas e produtores de vinhos do mundo estiveram em Blumenau entre 27 e 29 de janeiro para a convenção nacional de vendas da Decanter. A abertura aconteceu no restaurante do Tabajara Tênis Club, com uma palestra do proprietário da vinícola italiana Rocca Delle Macìe, Sergio Zingarelli. Com pouco mais de 30 anos de existência, a vinícola construiu uma das mais conceituadas reputações em todo o mundo com o seu vinho Chianti.

Logo em seguida, foi servido um jantar preparado pelo Chef Memmo Biadi, do restaurante Donna Derna, de Belo Horizonte, com harmonização de vinhos Rocca Delle Macìe, supervisionada pelo sommelier da Decanter Guilherme Corrêa, eleito duas vezes o melhor do Brasil e o terceiro melhor das Américas.

Na quinta e na sexta-feira a programação ocorreu no restaurante Moinho do Vale, com palestras e degustações. Destacaram-se presenças como Nicolas Saelzer, da vinícola chilena Caliterra, o consultor internacional Márcio Miranda e o único brasileiro a receber o título “Master of Wine” Dirceu Vianna Júnior.

Mais fotos em http://pressecomunicacao.ning.com/photo/albums/convencao-de-vendas-decanter[photopress:adolar_hermann.jpg,resized,pp_image]

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: