Depois de 15 anos desativado, órgão de tubos da Igreja Luterana é restaurado

Blumenau vai voltar a ouvir o som majestoso do órgão de tubos da Igreja Luterana do Espírito Santo. O instrumento, silenciado em 1994, levou um ano e meio para ser restaurado e agora retorna às suas funções de animar cultos, casamentos e distribuir a beleza da música erudita aos ouvidos dos blumenauenses. A inauguração do restauro do órgão será no dia 05 de abril, com uma extensa programação, durante todo o dia, com concertos de organistas da região. O ponto forte acontece à noite, na apresentação do organista austríaco Josef Hofer (veja programação completa abaixo).

Graças ao trabalho incansável do alemão Georg Jann, restaurador de órgãos de tubos que veio usufruir da aposentadoria em Blumenau, o instrumento que faz parte da história da Igreja Luterana voltará a ser ouvido. Jann ofereceu-se para restaurar o órgão sem cobrar nada pelo trabalho, iniciado em outubro de 2007. Foram cerca de 3.200 horas de atividades, sem contar o tempo em busca do material necessário, em parte trazido da Alemanha. A obra teve o auxílio do Funcultural, Fundo de Apoio à Cultura do Governo do Estado de Santa Catarina, e da Acib, a Associação Empresarial de Blumenau. A comunidade luterana também ajudou, por meio de doações, numa campanha para a arrecadação de fundos.

A história do órgão de tubos

Desde os tempos mais remotos a música é usada como louvor. E um dos instrumentos mais importantes para a Igreja Cristã é o órgão, considerado por Mozart como o “rei dos instrumentos”. A Igreja Luterana é conhecida mundialmente como “A Igreja da Música”, pois os maiores compositores nasceram na Alemanha entre os séculos 17 e 19, a maioria luteranos, e compuseram hinos para a igreja à qual pertenciam. Também foi nessa época que a música sacra luterana começou a se espalhar pelo mundo e chegou até as Américas.

O órgão de tubos que está hoje na Comunidade Evangélica de Blumenau – Paróquia Centro foi o primeiro construído no Brasil pela firma Guilherme Berner, do Rio de Janeiro. O instrumento foi adquirido pela comunidade em 1930 e a inauguração ocorreu em 1933. A finalidade principal era acompanhar a comunidade em seus hinos e em cerimônias de casamentos e formaturas. Ao mesmo tempo, desde o início da sua história, a Igreja Evangélica Luterana serviu como uma “sala de concertos” para a sociedade blumenauense, prestando importante contribuição social.

Programação musical movimenta inauguração

No dia 05 de abril, os blumenauenses terão a oportunidade de ouvir o órgão de tubos pelas mãos de diferentes organistas e em estilos musicais diversos. Durante o culto, também será apresentado um vídeo sobre a história do órgão. E logo após, haverá um coquetel com a exposição de fotos de Ricardo Dalmarco, que registrou os mais importantes momentos do trabalho de restauração. Confira a programação:

Data: 05 de abril de 2009
Local: Igreja Luterana do Espírito Santo (Paróquia Centro, ao lado do Hospital Santa Catarina)
9h15 Culto em Ação de Graças
10h30 Coquetel e exposição de fotos de Ricardo Dalmarco

A partir das 14h Pequenos Concertos:
14h Freya Elisa dos Santos
14h20 Sara Pfau e Freya Elisa dos Santos
15h Cristiane Dittrich Fiamoncini
15h20 Sara e Reynaldo Pfau
16h Rafael Plautz
16h20 Emerson Roepke e Sara Pfau
17h Juliana Faria
17h20 Geraldo Bispo

Nos intervalos entre os pequenos concertos, o sr. Georg Jann apresentará detalhes da restauração e funcionamento do órgão de tubos

19h Grande Concerto, com o organista austríaco Josef Hofer
Josef Hofer é organista, cravista e regente, diretor de coral, professor de piano e órgão em várias escolas de música e no Conservatório Johann-Joseph Fux, em Gras. Desde 2002 é diretor do Departamento das Escolas de Música da Steiermark, na Áustria.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: