Desafios e oportunidades no comércio exterior: como sua empresa pode aproveitar o momento atual

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), os primeiros sete meses do novo governo demonstraram avanços para o comércio exterior. A avaliação foi feita por meio da análise de 22 ações da agenda do governo para a área e constatou que 13 delas tiveram melhorias, o equivalente a 59%. Acordos comerciais importantes foram firmados, como o do Mercosul e União Europeia. O fim da cobrança do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre exportação em operações de câmbio e um acordo para evitar a bitributação em negociações com o Uruguai também foram avanços importantes.

A alta do dólar é mais um atrativo para incrementar as exportações, possibilitando concretizar algumas vendas que estavam em negociação, uma vez que as margens tendem a aumentar com o câmbio elevado.
Aproveitando essas oportunidades, Kaio Minella, customer cuccess manager, da DC Logistics Brasil, explica que o melhor caminho para se obter avanços no comércio exterior é com a conquista e abertura de mercados, fidelizando os clientes da casa para que a empresa se torne consolidada e atrativa no mercado, possibilitando assim, abrir portas para outras oportunidades de negócio.

Junto com o trabalho de prospecção, é necessário, ainda, investir para que se tenha maior produtividade, inovação e menores custos. “Otimizando constantemente os estoques, reduzindo ruídos na comunicação entre as partes envolvidas para melhor fluidez na rotina, estar atento as tendências de mercado e oportunidades de melhoria no fluxo do processo, tudo isso em linha com toda equipe, para que estes objetivos sejam de interesse de todos”, explica.

Desafios
Para ter sucesso nas transações comerciais com outro país, invista em planejamento e em uma boa assessoria logística. “O mercado externo apresenta alguns desafios. O primeiro é lidar com diferentes culturas, pois cada país tem seus próprios procedimentos e seu próprio jeito de fazer negócios. O segundo é conciliar prazos, pois o comércio exterior depende da exatidão do fornecedor em disponibilizar a carga e a documentação em tempo hábil, liberação aduaneira na origem pela fiscalização local, assertividade dos operadores logísticos em relação àprogramação de embarque, liberação aduaneira no destino e, por fim, a entrega na porta do cliente”, relata Minella.

Burocracia
Enfrentar a burocracia documental, não apenas no Brasil, também é um desafio para quem quer atuar no comércio exterior. Mas, Minella vê o futuro com otimismo nessa área. “Citando especificamente o Brasil, algumas melhorias já estão sendo implementadas para facilitar o comércio exterior, tais como, o portal único de comércio exterior, que engloba a Declaração Única de Exportação (DUE) e em breve a Declaração Única de Importação (DUIMP), sistemas que visam a consolidação e otimização das informações do comércio exterior”, explica.
Entretanto, o especialista alerta que os novos importadores e/ou exportadores são os que enfrentam mais dificuldades para se adequar às normas vigentes.

O que fazer?
Para se adequar a estes desafios, Minella explica que o ideal é que se busque, sempre que possível, auxílio de um agente de cargas e de um despachante aduaneiro. Com assessoria em termos aduaneiros e logísticos, as empresas interessadas no comércio exterior podem desfrutar da otimização do processo logístico, tanto em timing quanto em custos, adequando a necessidade do cliente as melhores opções logísticas e fiscais.
“Para se adequar e evitar erros, é necessário, ainda, ter muita atenção na emissão de documentos, pois as correções costumam ser burocráticas e trazer consequências, como multas em cima do valor aduaneiro da mercadoria, por exemplo. Um planejamento bem executado é necessário para enfrentar as adversidades”, finaliza o customer success manager da DC Logistics Brasil.

Sobre a DC Logistics Brasil
A DC Logistics Brasil teve início em 1994, quando se consolidou atuando no gerenciamento logístico do transporte internacional. A DC propõe soluções diferenciadas, trabalhando em escala nacional e contando com 12 escritórios próprios espalhados pelo Brasil, o que proporciona mais agilidade e influi em importantes ligações entre os principais polos logísticos nacionais e internacionais. Saiba mais sobre a DC Logistics Brasil no site www.dclogisticsbrasil.com.

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: