E-commerce de moda é pioneiro no uso de nova tecnologia para melhorar experiência de compra

Com 1,5 milhão de pedidos faturados por ano, Posthaus é o primeiro comércio eletrônico de moda a utilizar a tecnologia PWA em sua versão desktop, que traz mais velocidade e facilidade para o consumidor.
A DBR, com faturamento previsto em R$ 265 milhões para este ano, lançou um novo site para o e-commerce de moda Posthaus, um dos cinco maiores do Brasil no segmento. Utilizando tecnologia PWA (Progressive Web Apps), o portal é primeiro em território nacional a utilizar a novidade em sua versão desktop, no comércio eletrônico de moda.
A inovação já estava presente desde o ano passado na versão mobile do www.posthaus.com.br, transformando o site da empresa em uma espécie de aplicativo, que ocupa bem menos espaço nos equipamentos dos usuários, como smartphones e tablets, e traz benefícios como navegação mais rápida e fácil, além de baixo consumo de internet. Na versão mobile, a tecnologia PWA foi combinada com a AMP (Accelerated Mobile Pages), deixando o primeiro acesso ao site ainda mais rápido para o cliente.
Estimativas apontam que dos aplicativos disponíveis na App Store, somente 40% deles foram baixados. Desses, apenas 25% são de fato usados.
O aplicativo já representa 25% das vendas do Posthaus. “Percebemos que o app ainda sofre resistência por parte dos usuários e que a maioria dos nossos clientes compra pelo site mobile; cerca de 45% das vendas são concretizadas no navegador de smartphones e tablets. No entanto, 30% de nossas vendas ainda são feitas em equipamentos do tipo desktop. Por isso, investimos de forma pioneira nessa tecnologia que melhora muito a experiência de compra e ainda traz vantagens técnicas para a gestão”, destaca Renato Zadrozny, responsável pelo projeto.

Como funciona?
A PWA é uma metodologia de desenvolvimento, que torna a experiência de uso de uma página web pelo celular, ou no desktop, parecida com a de um aplicativo mobile, resultando em uma forma híbrida de app e página web.
Os sites que utilizam PWA podem ser usados independentemente do browser ou dispositivo; consomem muito menos internet e até funcionam offline; enviam notificações push; permitem que o usuário adicione um atalho no smartphone ou computador que abre o site, como se fosse o ícone de um app; atualizam automaticamente e proporcionam uma experiência parecida com a de um aplicativo nativo.

Vantagens técnicas e crescimento
Com a tecnologia PWA, agora não é mais necessário atualizar o site versão mobile e desktop separadamente. A novidade unificou a gestão de ambos e melhorou a performance do site Posthaus.
Desde que a tecnologia PWA foi implantada na versão mobile do site, em setembro de 2018, o aumento na taxa de conversão foi de 22%. “A versão mobile já atende 80% das boas práticas de mercado, como velocidade e facilidade de navegação, enquanto a média no mercado fica em 25%”, explica Zadrozny. A expectativa com a implantação no site desktop é semelhante.
A estratégia dá suporte aos planos de crescimento do Posthaus, que estima manter a média de evolução dos últimos anos, com uma taxa de 11% em 2019. O portal tem 35 mil produtos cadastrados, oito milhões de acessos por mês e vende uma peça a cada 6,7 segundos. Lançado há 12 anos, 2,3 milhões de clientes já faturaram pedidos no Posthaus.

Desenvolvimento
O projeto foi desenvolvido em parceria com a Taqtile, empresa de desenvolvimento de tecnologia de São Paulo, e envolveu também uma equipe de desenvolvedores da DBR. A implantação levou sete meses para ficar pronta.

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: