Economia catarinense cresceu no primeiro quadrimestre do ano, avalia secretário estadual

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini, palestrou na noite desta terça-feira (30) na Acib (Associação Empresarial de Blumenau). Com o tema “Dinamiza SC: Perspectivas para a economia catarinense”, ele falou sobre a economia catarinense atual, o perfil e o desempenho econômico dos catarinenses. “O primeiro quadrimestre deste ano foi bastante vantajoso em Santa Catarina, mesmo com a inflação atual. O Estado registrou crescimento na busca de crédito, no número de empregos oferecidos e também na arrecadação. A perspectiva é que Santa Catarina cresça de 2,5 a 3% neste ano, número maior do que o esperado para o Brasil no mesmo período”, declarou Chiodini.

De acordo com o secretário, o excesso de burocracia prejudica o desenvolvimento econômico do País. Para simplificar os processos de abertura e fechamento de empresas, Santa Catarina foi o primeiro estado brasileiro a ser convidado a aderir ao Programa do Governo Federal “Bem + Simples”. Chiodini esclareceu que programas do Governo Estadual estão sendo implantados para o crescimento e desenvolvimento econômico, como, por exemplo, o Juro Zero, Prodec, Investe SC, SC + Energia, Geração Tec e Centros de Inovação.

Ele revelou ainda que o Governo do Estado vai lançar um novo programa de crédito, o SC+Crédito, que beneficiará microempresas com empréstimos entre R$ 3 mil e R$ 15 mil, para a compra de matéria-prima, produtos e equipamentos. O secretário disse que esse valor deverá ser investido em serviços dentro de Santa Catarina, como uma forma de movimentar a economia local. “A expectativa é boa para a economia catarinense”, declarou Chiodini.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: