Haai apresenta nova plataforma para e-commerce

Empresa de Blumenau (SC) oferece aluguel e gestão de loja virtual

Manter uma plataforma de e-commerce requer uma gestão qualificada e que forneça um serviço diferenciado. Pensando nisso, a Haai Comunicação e Marketing, de Blumenau (SC), acaba de lançar o Haai Commerce, um modelo de negócio para operação de e-commerces.

André Luiz de Freitas, diretor geral da Haai, conta que o serviço é agregado de acordo com o desejo do cliente e funciona por meio de aluguel da plataforma. “No Haai Commerce a base de comercialização, ao invés de licenciamento, passa a ser utilizado o modelo baseado em pagamento por utilização de recursos”, afirma. André explica ainda que estes recursos são divididos em pacotes mensais pré-formatados.

A plataforma fica hospedada no servidor da empresa proprietária que já possui o front-end – a apresentação visual de um site – mas com alguns modelos padrões, que também podem ser personalizados. A gestão é um serviço à parte. “O cliente recebe a loja funcionando e rodando conforme o plano escolhido, além de receber um treinamento de como utilizar a administração dessa plataforma. Então são oferecidos os serviços adicionais, que seriam basicamente os trabalhos de design para banners e promoções, serviços de marketing online, conversão, e-mail marketing, produção de fotos, mídias sociais, gestão da loja e consultoria em e-commerce”, complementa o diretor.

Segundo Freitas, o custo do desenvolvimento de uma plataforma de e-commerce hoje depende da necessidade do cliente. Na plataforma da Haai, vários nichos são atendidos com valores acessíveis. “O diferencial são os  módulos que agilizam a implementação da loja, e o custo do plano mensal, bem mais atrativo para a empresa”, frisa. Ele explica ainda que todo e- commerce trabalha em cima de uma plataforma para a venda online, e na Haai o cliente recebe os serviços agregados para a venda online. “Aqui nós trabalhamos em cima do retorno sobre o investimento”, enfatiza.

Vale lembrar que, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o E-commerce brasileiro deve faturar R$ 49,8 bilhões em 2015, um crescimento de 26% em relação a 2014. E segundo o portal, a justificativa deste aumento é devido aos preços que estão mais baixos neste ano, principalmente pela praticidade oferecida por meio da utilização do celular, o chamado mobile commerce, serviço que atribui ainda mais o incentivo de vendas online. Segundo ainda a ABComm a estimativa é de alcançar, aproximadamente, 62 milhões de compradores até o final deste ano.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: