Mercado de produtos funcionais e orgânicos cresce no Brasil

A catarinense Vitalin já superou as expectativas de crescimento para o primeiro semestre de 2012, com alimentos que proporcionam bem-estar e qualidade de vida aos consumidores.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Alimentação (Abia), o setor de alimentos funcionais cresce a uma média de 14% ao ano no mundo, enquanto os alimentos convencionais registram índices entre 3% e 4%. No Brasil, de acordo com a Health and Wellness Food Beverages in Brazil (Alimentos e Bebidas para a Saúde e o Bem-Estar no Brasil) houve um crescimento de 81% nesse segmento entre 2004 e 2009, período em que o faturamento do setor passou de R$ 15 bilhões para R$ 27,2 bilhões. Dentre os funcionais, o universo dos produtos orgânicos revela os números mais expressivos, com uma receita em 2010 de R$ 350 milhões, 40% superior a 2009, segundo o Projeto Organics Brasil.
Consumidos na forma de alimentos comuns, aqueles considerados funcionais trazem benefícios à saúde, como prevenção a doenças e bem-estar. Somadas a essas características, eles podem ser cultivados de forma orgânica, que seguem princípios como a não utilização de agrotóxico, rodízio de plantio, proibição do trabalho escravo ou infantil e o uso responsável dos recursos naturais.

Atuando neste nicho, que deve crescer cerca de 50% até 2015 no Brasil, a Vitalin Alimentos, de Jaraguá do Sul (SC), superou as expectativas de crescimento para o primeiro semestre de 2012. Neste ano, espera-se crescer 28% em relação ao ano anterior. “Contribuir para o enriquecimento do cardápio dos brasileiros com alimentos nutritivos, saborosos e funcionais é um dos nossos principais objetivos”, destaca o diretor Rogério Manske.
Na linha de alimentos orgânicos, a Vitalin oferece Linhaça Dourada, Quinoa, Amaranto e Açúcar Mascavo. Os produtos contam com o selo de identificação do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (Sisorg) e são certificados e inspecionados pelo Instituto Biodinâmico (IBD), que exige rigorosos padrões de conservação do meio ambiente e sustentabilidade do planeta. Além disso, são cultivados sem agrotóxico, com rodízio de plantio e proibição do trabalho escravo ou infantil.

A empresa também dispõe de produtos integrais, que não passam pelo processo de refinamento, o que faz com que suas fibras, vitaminas e minerais fiquem intactos. Nesta linha estão a Chia, Linhaça Dourada, Fibra de Maracujá, Gergelim e Aveia Mais Quinoa e Amaranto.

Outro diferencial da Vitalin é se preocupar com quem precisa fazer dietas restritivas. A empresa procura introduzir na alimentação dos brasileiros alimentos nutritivos, funcionais, e democráticos, já que podem ser consumidos inclusive por pessoas intolerantes à lactose e ao glúten, como o Amaranto.

Perfil do consumidor
Se antes as pessoas levavam em consideração apenas o preço, agora elas estão pensando nos benefícios que o consumo de determinados produtos trazem à saúde. Pesquisas indicam que a maioria dos consumidores de orgânicos são mulheres (66%), com nível de escolaridade superior (60% a 75%) e com idade entre 31 e 50 anos (62%). Cerca de 55% deles praticam esportes regularmente e 58% frequentam semanalmente uma feira orgânica. Apresentam, em geral, boa renda familiar (47% ganham mais de 15 salários mínimos ao mês).

Sobre a Vitalin
A Vitalin atua no mercado de alimentos orgânicos e integrais desde 1997 oferecendo aos consumidores produtos com características únicas. Para isso, busca em diversas culturas e regiões do mundo, produtos que proporcionem bem-estar e qualidade de vida aos consumidores, além de colaborar para um mundo mais sustentável. Atualmente, a Vitalin está presente em todos os estados brasileiros por meio de distribuidores e representantes.

Mais informações: www.vitalin.com.br
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: