Não basta votar!

Como funciona o processo eleitoral no Brasil? A pergunta parece simples, mas a reposta é complexa e o bom entendimento do tema pela sociedade, que clama por um país mais justo, igualitário e sem corrupção, é essencial.

Esse ano, teremos eleições majoritárias. É novamente a oportunidade de tentar alcançar as mudanças necessárias por meio do voto. Para isso, é preciso entender o que envolve as eleições. Mas como mudar esse cenário onde uma parcela significativa da população não sabe como funciona o sistema ou sequer lembra em qual vereador votou nas últimas eleições municipais?

É preciso começar. Em palestra na Associação Empresarial de Blumenau (Acib), o promotor de justiça, Odair Tramontin, explicou sobre os sistemas eleitorais do País: majoritário e proporcional. Ele apontou os benefícios e as desvantagens de cada um e lembrou que quando falamos em sistema proporcional, estamos, sim, falando em votar no partido ou na coligação. Diferente do que, talvez, acredita a maioria da população, que diz que vota no candidato e não no partido.

O promotor também chamou a atenção sobre a responsabilidade de cada um, em seu papel de cidadão. Votamos em quem? No melhor ou no “menos pior”? E mais: a culpa é dos políticos? Não é uma questão de certo ou errado, porém, se eles nos representam, cabe a nós cobrar respostas e, principalmente, soluções.

O orçamento para os gastos do Senado e da Câmara, em 2012, foi de aproximadamente R$ 6 bilhões aos cofres públicos. Já Santa Catarina gastou cerca de R$ 243 milhões para manter os parlamentares na Assembleia Legislativa. É o nosso dinheiro. É a nossa representatividade. Contudo, não podemos achar que essa é nossa única obrigação. Nossa contribuição com o sistema eleitoral e por um país mais justo tem que ir além, começando em conhecer o sistema.

Carlos Tavares D’Amaral

Presidente da Acib

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: