O melhor dos vinhos e espumantes na Primavera

Sommelier dá dicas para apreciar as bebidas mais indicadas à estação das flores.

A elevação da temperatura traz mudanças também para o paladar. Segundo especialistas, durante a Primavera e o Verão, os vinhos espumantes, brancos e rosados são os mais indicados para brindar os melhores momentos da vida. “Como são servidos em temperaturas mais baixas, estas bebidas nos proporcionam mais prazer e refrescância nos dias quentes”, explica o sommelier da Decanter, Igor Maia.

Para a escolha ideal, o que deve ser considerado é o perfil do vinho que mais agrada. “Leve ou encorpado? Com base nessas informações partimos para escolha das uvas ou regiões”, explica Maia.

Entre as uvas que produzem brancos leves, destacam-se a Sauvignon Blanc, do Chile, Nova Zelândia e França; a Chardonnay, sem passagem por barrica; o Torrontés argentino; os vinhos verdes portugueses; a Verdicchio, que elabora vinhos no Marche italiano ou os Orvietos da Umbria. O sommelier indica que estas são algumas referências de vinhos leves, com boa acidez e a cara da estação.

Harmonização

Conforme destaca Maia, os espumantes são vinhos bem versáteis. Podem ser apreciados com carpaccio de salmão, canapés variados, anéis de lula empanados, espetinho de camarão na brasa ou cherne grelhado servido com manteiga de ervas.

Os brancos leves seguem a mesma linha de sugestão dos espumantes e ficam muito bem com ceviche, espaguete com frutos do mar, queijos de cabra frescos, mexilhões no vapor, cozinha japonesa (sushi e sashimi). “Se optarmos por um branco mais encorpado, a exemplo do Chardonnay chileno ou argentino, com passagem em barrica; é possível escolher pratos cremosos como um bobó de camarão, robalo ao creme de estragão, moqueca baiana, vieiras gratinadas, entre outros,” destaca o sommelier da Decanter.

A hora certa

Segundo Maia, um vinho espumante é bebida para ser apreciada sempre, durante todo o ano. Vai bem como aperitivo, acompanha um happy-hour e faz bonito à mesa, acompanhando as mais variadas preparações. “Um espumante moscatel, por exemplo, é uma aposta descontraída para um café da tarde ou um brunch. É levemente adocicado, com baixa graduação alcoólica e acidez vivaz que sempre alegra a boca”, comenta o especialista.

Temperatura ideal

Espumantes devem ser servidos entre 6-8°C; brancos entre 8-10°C e rosados entre 10-12°C. “As temperatura mais baixas favorecem a percepção da acidez, característica vital desses vinhos. Mas cuidado para não servi-los gelados, nunca abaixo de 6°C, pois isso dificulta a percepção de aromas no nariz e à boca”, explica Maia.

Para gelar, basta colocar a garrafa em um balde e depois completar o recipiente metade com gelo e metade com água. “Sempre coloque água, pois ela aumenta a superfície de contato e acelera o processo”, destaca o sommelier da Decanter. Em torno de 15 ou 20 minutos a bebida estará no ponto ideal.

Escolhas do Sommelier

Igor Maia fez uma seleção que pode inspirar os brunchs, almoços, happy-hours e jantares da Primavera.

Shadow’s Run Sauvignon Blanc 2009 – Fox Creek – R$ 84,90
Chardonnay 2011 – Terranoble – R$ 29,50
Torrontés 2011 – Colomé – R$ 48,00
Vinho Verde Colheita Selecionada 2009 – Quinta de Gomariz – R$ 70,15
Orvieto Mandorlo 2009 – Rocca delle Macìe – R$ 51,75
Espumante Lírica Brut – Hermann – R$ 48,00

Saiba mais sobre a Decanter: www.decanter.com.br

Mais informações para a imprensa:
Presse Comunicação Empresarial
Assessoria de Imprensa – Decanter
Fone: + 55 (47) 3041-2990 / 3035-5482
www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: