Pais aproveitam Dia da Família na Escola para reviver histórias

Muitos dos pais que participaram das atividades nas escolas dos filhos neste sábado (7) já passaram pelas mesmas escolas e destacam a evolução do ensino.

Pais e filhos de todas as regiões de Santa Catarina participaram neste sábado (7) do Dia da Família na Escola. A data foi celebrada nas escolas municipais e estaduais, além da rede escolar da FIESC (SESI e SENAI), FECOMÉRCIO (SESC e SENAC), FAESC (SENAR) e FETRANCESC (SEST e SENAT). A professora Djanira Müller, por exemplo, tem uma ligação muito forte com a Escola João Widemann, em Blumenau. Seu pai foi professor ali, sua mãe foi aluna, ela mesma cursou todo o ensino básico e, agora, acompanha o primeiro ano do seu filho, João Guido, de 6 anos. “Essa escola fez parte da vida do meu pai, da minha mãe e pra mim foi muito importante. Agora, com o meu filho, a gente passa a ter mais contato com todo o desenvolvimento e aprendizagem dele”, conta.

Essa relação entre família e escola se repete no caso de Francine Balduíno, professora da APAE de Blumenau. Ela também foi aluna da Escola João Widemann e agora participa da vida escolar do seu filho Raul, de 9 anos. “É uma emoção muito grande voltar aqui porque a gente vê a evolução da escola, que já teve seus altos e baixo, mas hoje ela está maravilhosa. Oferece vários recursos e estou satisfeita com o ensino do meu filho”, relata Francine, que sempre marca presença na escola.

Neiva Kruger é mãe de duas crianças, de 3 e 7 anos, estudantes da Escola Básica Municipal Almirante Tamandaré. Ela também participa de várias atividades na escola e acha que é uma oportunidade inclusive de integração com a comunidade. “É bom ter o privilégio que muitos não têm de brincar e se envolver mais, inclusive com o pessoal do bairro. Sempre participo das atividades na escola dos meus filhos e conheço as professoras deles”, fala a dona de casa orgulhosa.

É esse vínculo entre família e escola que a data estimula, lembrou o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, que acompanhou as atividades em escolas públicas de Blumenau e no SESI, entidade da FIESC. “Os pais são atores importantes na formação e na melhoria da qualidade do ensino. O tema deste ano justamente visa criar condições para que os estudantes possam escolher o seu projeto de vida e os pais têm uma participação muito importante. Não no sentido de conduzir ou de determinar a profissão que o filho vai escolher, mas criando condições para que as crianças, os estudantes, os seus filhos possam escolher livremente a profissão e o trabalho que se revela como um dom e um desejo pessoal”, destacou.

O secretário de Educação, Eduardo Deschamps, salientou que escolas onde os pais são atuantes, são mais efetivas. “O diretor consegue realizar um trabalho melhor e os professores conseguem ter um feedback daquilo que estão fazendo. Pesquisas internacionais mostram isso. Escolas onde a família tem uma participação efetiva são escolas com melhores resultados”, afirmou.

Para Ari Rabaioli, presidente da Fetrancesc, o Dia da Família na Escola tem  importância enorme porque integra pais, professores, alunos e direção da escola com as entidades empresariais. “A Fetrancesc apoia porque sabe da importância dessa integração, de cada vez mais convencer o jovem de que ele precisa completar os cursos regulares para chegar ao mercado de trabalho mais bem preparado”, disse.

O anfitrião da escola João Widemann, diretor Cornélio Pereira dos Santos Neto, afirmou que o evento auxilia a aproximação entre família e escola. “A gente sempre diz que a escola e as famílias são parceiras. Quanto mais presentes as famílias estão, temos a clareza de que o estudante rende melhor, flui melhor e tem um melhor andamento dentro da escola”, avaliou.

Dia da Família na Escola – A proposta da criação do Dia da Família na Escola, que chega ao seu terceiro ano, surgiu da Campanha Pais pela Educação, lançada pelo Movimento SC pela Educação em 2014. Um dos estímulos é uma pesquisa do Instituto Ayrton Senna, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), segundo a qual os estudantes que recebem apoio e atenção dos pais na sua vida escolar estão, em média, quatro meses à frente no aprendizado em comparação com os que não recebem essa atenção. O objetivo da iniciativa é estimular a participação dos pais na vida escolar dos filhos.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: