Perda auditiva em crianças e adolescentes é cada vez mais comum, diz especialista

Indicado para adultos e crianças, o exame de audiometria identifica alterações na audição, permitindo indicar medidas preventivas e tratamentos mais eficientes ao paciente.

 

Música alta nos fones de ouvido, sirenes de ambulância e polícia, obras em edifícios, carros de som trafegando na rua, aparelhos de som em volume exagerado e TV em alto volume. Todos os dias, a nossa audição é submetida a riscos involuntários ou voluntários, que podem gerar consequências graves a nossa audição. A maioria das pessoas não entende sobre a importância dos cuidados que temos que ter com os ouvidos, até chegar na velhice, quando os problemas na audição começam a aparecer por conta da idade.

 

Entretanto, com a popularização dos smartphones entre crianças e adolescentes, são cada vez mais comuns os danos auditivos nessa geração. “A maioria dos jovens ouve diariamente música por meio de fones de ouvido. Quando utilizados de forma abusiva, ou seja, com volume alto, podem causar problemas ao sistema auditivo”, afirma a médica otorrinolaringologista do Hospital Dia do Pulmão, Dra. Mariana S. Kreibich.

 

Somente no Brasil, existem mais de 10,7 milhões de deficientes auditivos, segundo um estudo do Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda. A médica destaca que o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, ajuda no controle da progressão da perda de audição. “Alguém te chamou e você não ouviu? O volume da TV costuma ficar alto? Pede para repetirem o que foi falado? Nesse caso, quanto mais rápido você procurar uma ajuda médica, melhor será o resultado”, diz.

 

Como funciona o exame de audiometria?

 

Após indicação do otorrinolaringologista, o exame é realizado por um fonoaudiólogo. “É indicado e realizado em adultos e crianças. Algumas das principais indicações são crianças com dificuldade ou atraso na fala, troca de fonemas, infecções recorrentes de ouvido, zumbido, histórico familiar de perda auditiva e pessoas expostas a ambientes ruidosos, além dos pacientes que referem dificuldade na audição”, explica Dra. Mariana.

 

A otorrinolaringologista lembra que a audiometria identifica as possíveis alterações auditivas e, assim permite indicar ao paciente medidas preventivas ou tratamentos eficazes de acordo com o nível e tipo da deficiência. É importante citar que o procedimento é indolor e deve ser realizado por um fonoaudiólogo. Confira o passo a passo do exame:

 

 

– Para iniciar, o paciente entra em uma cabine acústica – a qual isola os sons externos – e possui uma “janela” de vidro, na qual ele poderá ver o fonoaudiólogo.

 

– Em seguida, o especialista apresentará sons e estímulos de variadas frequências e intensidades, por meio do fone/microfone, ligado a um aparelho chamado audiômetro. O paciente deverá responder cada vez que ouvir os estímulos por meio do fone, apertando um botão ou levantando a mão, por exemplo.

 

– Em um outro momento do exame, o paciente terá que repetir algumas palavras emitidas pelo profissional.

 

– Após o exame, com a obtenção dos limiares auditivos (níveis mínimos de resposta do paciente), o fonoaudiólogo identifica os diferentes tipos e graus de perdas auditivas e passa o resultado para o médico solicitante.

 

Em Blumenau, o Hospital Dia do Pulmão já possui uma sala de exames audiológicos e uma fonoaudióloga apta para atender os pacientes. Os exames incluem: audiometria tonal e vocal adulto, audiometria infantil, impedanciometria, emissões otoacústicas no enfoque clínico e na triagem auditiva neonatal – o chamado “teste da orelhinha” e teste de aparelho auditivo. Além disso, a unidade oferece atendimento na área da disfagia – dificuldade de engolir alimentos – com avaliação e terapia da deglutição – ato de engolir -, orientação aos pais referente a audição e ao desenvolvimento da linguagem nas crianças e suporte ao processo de amamentação.

 

 

Sobre o Hospital

 

O Hospital Dia do Pulmão atua em Blumenau desde 1982, com prestação de serviços voltados ao diagnóstico e tratamento de doenças respiratórias. Destacam-se nesta trajetória pioneira, a introdução da fisioterapia respiratória e pneumologia pediátrica.

 

Além de atendimento nas áreas de pneumologia, alergologia, otorrinolaringologia e cirurgia torácica, o Hospital do Pulmão conta com serviço de Pronto Atendimento, consultórios, exames e tratamentos. Outro diferencial é a sala de vacina, reconhecida e acreditada pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), pela excelência dos profissionais, de suas instalações, de sua organização administrativa e funcional e obediência à legislação.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: