Ponte de Ferro passa por escaneamento a laser 3D

Aplicado pela empresa WRodacki, a utilização do Scanner a laser 3D tem o objetivo de capturar informações precisas e detalhadas para mapear as condições da ponte, diagnosticar se a estrutura requer algum tipo de manutenção e gerar acervo histórico.

Recentemente, a Secretaria Municipal de Obras de Blumenau (Semob), em conjunto com a WRodacki Engenharia, realizou um trabalho de escaneamento 3D da ponte Aldo Pereira de Andrade, a Ponte de Ferro. O intuito foi proporcionar ao município um escaneamento da ponte, para que a Prefeitura tenha mapeadas as suas condições, além de diagnosticar se a estrutura requer algum tipo de manutenção e os locais exatos, bem como registro para acervo histórico.

 

O levantamento da ponte, que possui 315 metros de extensão e 18 metros de altura, foi realizado com um escâner utilizado pela WRodacki, que tem um alcance de 150 metros. Foi necessário um dia inteiro em campo para obter uma precisão local milimétrica para realizar a documentação e pesquisas em 3D.

 

A engenheira e sócia da WRodacki, Camila Kleis Rodacki, explica que a nuvem de pontos, que é um produto do escaneamento a laser, possibilita visualizar a estrutura sob diferentes óticas. “Podemos ver com precisão a extração de elevações, cortes longitudinais e transversais, plantas baixas e simulações. Esses dados dão subsídios para a tomada de decisão. Além disso, também foi realizada uma avaliação visual, feita com as fotos extraídas no escaneamento, com o intuito de analisar as manifestações patológicas presentes na estrutura e planejar as intervenções necessárias”, aponta.

 

Uma das grandes vantagens desse tipo de levantamento, de acordo com a engenheira, é a possibilidade de importar a nuvem de pontos em outros softwares que possibilitam estudos mais específicos, de acordo com a necessidade. Um exemplo é a modelagem da estrutura com base na nuvem de pontos, que pode ser usada para a criação de um projeto de restauração.

 

Camila comenta que com o tempo a estrutura vai se desgastando, devido aos agentes externos e à vida útil dos materiais. A partir do escaneamento, o próximo passo é o escritório responsável pela reforma analisar o material e verificar todas as manifestações patológicas, como fissuras e corrosão e, se necessário, realizar a manutenção da parte estrutural compreometida”, completa.

 

Sobre a Ponte Aldo Pereira de Andrade

A ponte Aldo Pereira de Andrade, mais conhecida como Ponte de Ferro, localizada na cidade de Blumenau/SC, é um desses monumentos históricos que se tornam o cartão postal do local. A estrutura foi construída com aço importado da Alemanha em 1929, tendo como função servir de passagem para o trem que fazia ligação com o porto da região. Entre 1971 e 1991, a ponte ficou desativada por ordem judicial e passou por uma restauração e adaptação para ser utilizada para trânsito de veículos e pedestres. Desde então, ela funciona normalmente sem grandes intervenções em sua estrutura.

 

A WRodacki

A WRodacki é uma empresa inovadora no processo de engenharia e construção civil no Vale do Itajaí. Como propósito de contribuir com o desenvolvimento da engenharia e suas vertentes, a WRodacki acredita que a colaboração e a evolução contínua são fundamentais para o ramo. Com um novo olhar e atentos às tendências de mercado, a companhia traz uma nova proposta de negócio que visa o compartilhamento de ideias e potencial das empresas. A companhia tem como foco atuar com empresas e projetos que precisam desenvolver processos de engenharia em qualquer área, que querem inovar e entendem a importância da boa utilização da tecnologia com esse objetivo.

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Tubarão (Santa Catarina)
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: