Presente musical – PRESTES A COMPLETAR 150 ANOS, TEATRO CARLOS GOMES ADQUIRE ÓRGÃO PORTÁTIL COM 270 TUBOS

Veículo: Jornal de Santa Catarina
Data: 28/09/2009
Seção: Lazer
Cliente: Teatro Carlos Gomes

Presente musical
PRESTES A COMPLETAR 150 ANOS, TEATRO CARLOS GOMES ADQUIRE ÓRGÃO PORTÁTIL COM 270 TUBOS

Um órgão é composto de dois principais elementos: a tecla e o tubo. O toque dos dedos ativa um mecanismo que permite ao som sair pelo tubo. Quando a música sai pelo cilindro, ainda não acabou a magia do instrumento. A força do som chega aos ouvidos e faz até mesmo o próprio corpo humano vibrar. Em função deste encanto, o Teatro Carlos Gomes projetou em 2006 ter um órgão de tubo em suas dependências. Sonho que se torna realidade nas vésperas do aniversário de 150 anos da entidade, no ano que vem.

Após três anos de elaboração e execução de projetos, além da captação de recursos, o teatro recebeu quinta-feira o órgão de tubo, trazido de Hamburgo, Alemanha, por Holger Redlich, diretor da empresa Rudolf von Beckerath Orgelbau GmbH, e o técnico Siegmund Tessner. O instrumento é o primeiro importado para o Brasil desde a fundação da empresa há 60 anos.

De acordo com a diretora geral do teatro, Elisete Beck, o primeiro objetivo com a aquisição do instrumento é utilizá-lo em apresentações. Por isso, ele será montado e instalado até o dia 2 de outubro no palco do grande auditório. No projeto, ainda consta a possibilidade de empregá-lo em parceria com a orquestra, junto com grandes e pequenos corais, recitais e, futuramente, no treinamento de estudantes e produção de composições.

– É uma oportunidade de a nossa escola trabalhar o instrumento em conjunto, como um órgão de câmara. Desta forma, vamos criar o gosto por esse tipo de música, que não é comum na nossa cidade, e tirar a ideia de que órgão de tubo é voltado apenas para música sacra – explica o músico e professor Roberto Rossbach.

De acordo com Redlich, o órgão é considerado o rei do instrumento por, em suas primeiras apresentações, ter encantado ouvintes pelo som que produzia – um dos mais altos e fortes já ouvidos pelos espectadores na época. Nos teatros da Alemanha é comum haver órgãos utilizados em apresentações. Inclusive, eles são projetados antes mesmo da construção do espaço cultural e, diferente da aquisição do Teatro Carlos Gomes, não são portáteis, mas fixos.

wania@santa.com.br
WANIA BITTENCOURT

Multimídia

* O instrumento de porte médio, que está sendo montado por técnicos, é o primeiro importado para o Brasil desde a fundação da empresa alemã, há 60 anos
* Números

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: