Prevenção ainda é o melhor remédio

Estar com as vacinas em dia, mesmo desde os primeiros meses de idade, é fator importante para evitar surtos e epidemias de algumas doenças.

Muitos acreditam que vacinar seus filhos muito cedo é ruim, pois os pequenos ainda não estão preparados para receber os microrganismos. Porém, de acordo com o infectologista e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Guido Carlos Levi, o ser humano está preparado para responder aos antígenos desde antes do nascimento.

No Brasil, existe um calendário básico de vacinação infantil, que é obrigatório e regulado pela legislação federal 78.231, de 12 de agosto de 1976. Apenas aquele que apresentar atestado médico de contraindicação explícita da aplicação da vacina está liberado de cumprir as datas. Nos outros casos, é extremamente importante que os pais estejam em dia com a vacinação de seus filhos.

O pneumopediatra Laerte Alberton responsável técnico pela Sala de Vacinação do Hospital do Pulmão, única instituição de Blumenau certificada pela Sociedade Brasileira de Imunizações, explica que, infelizmente, é cada vez mais comum observar pais que não cumprem ou adiam o calendário vacinal das crianças e adotam medicinas alternativas no tratamento dos pequenos. “Os surtos de coqueluche, sarampo e de gripe nos Estados Unidos e no Reino Unido, estão sendo atribuídos pelos especialistas à diminuição da cobertura vacinal. Precisamos estar atentos a questões como estas e entender a importância da vacinação, principalmente em crianças”, afirma Alberton.


Laerte Alberton.

Conservação e aplicação de vacinas

Outro ponto que deve ser analisado é o local onde as vacinas serão aplicadas. Se o ambiente não está de acordo com as regras determinadas pelos órgãos fiscalizadores, a criança corre o risco de não ser imunizada, ficando exposta às doenças.

A sala de vacina do Hospital Dia do Pulmão está organizada de acordo com as orientações e normas da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, que visam garantir a aplicação da vacina (imunobiológico) dentro dos padrões de conservação, armazenagem e manuseio ideais .

A sala de vacina do hospital tem temperatura ambiente controlada de 18 a 20°C durante 24 horas, e dispõe de câmaras para armazenagem e conservação de imunobiológicos com bateria autônoma. Toda a estrutura conta com gerador próprio de energia para garantir a conservação adequada das vacinas e assegurar a manutenção de todos os serviços.

Sobre o Hospital

O Hospital Dia do Pulmão atua em Blumenau desde 1982, com prestação de serviços voltados ao diagnóstico e tratamento de doenças respiratórias. Destacam-se nesta trajetória pioneira, a introdução fisioterapia respiratória e pneumologia pediátrica.

A partir de 2003, a estruturação física e funcional permitiu a formatação da abordagem em regime de Hospital Dia, possibilitando agilizar o atendimento por meio da realização dos exames complementares e o início do tratamento no mesmo dia.

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: