Programa Tempo de Estudar incentiva os colaboradores da Brandili a retomar os estudos

Incentivar os colaboradores a dar continuidade aos estudos e ajudá-los no desenvolvimento pessoal e profissional foi o que motivou a empresa Brandili, de Apiúna, a promover o Programa Tempo de Estudar. Em parceria com o Sesi Escola, entidade da FIESC, o projeto já é realizado desde 2009, mas vem ganhando proporções muito maiores desde 2014. Atualmente, o programa conta com 100 estudantes colaboradores, que encontraram nessas aulas a oportunidade de aprimorar o conhecimento e elevar a educação no ambiente de trabalho.

Conforme explica Jesiele Cristina Chaves Cabral Stanchak, responsável pelo Desenvolvimento Humano e Organizacional da Brandili de Apiúna, o Programa Tempo de Estudar surgiu da necessidade da empresa de elevar a escolarização dos colaboradores, incentivando o acesso, a permanência e a conclusão dos estudos até o ensino médio. O programa é em parceria com o Sesi Escola, que é responsável pela gestão dos  professores e organização pedagógica das aulas. “Desde 2009 o projeto existe, porém, em 2014, ele foi reformulado para que tivesse maior adesão. A resposta aos investimentos foi rápida e dobramos o número de alunos”, ressalta Jesiele. O projeto consiste em aulas de ensino fundamental primeiro e segundo segmento e ensino médio.

Atualmente, a empresa possui quatro turmas.  Além dos colaboradores, os seus dependentes e familiares e a comunidade local podem participar. As aulas acontecem em um espaço disponibilizado pela empresa e o Sesi oferece o material didático e professores. Não há custo nenhum para os alunos.

 

Incentivos mudaram a realidade do programa

Há pouco mais de um ano, o Programa Tempo de Estudar não estava alcançando objetivos tão importantes quanto os esperados. Foi então que a Brandili decidiu promover algumas ações diferenciadas como forma de incentivo aos participantes. “Os incentivos oferecidos pela empresa, como passeios culturais, foram de extrema importância para que o projeto se transformasse nesse sucesso. Ficamos muito felizes em fazer parte deste programa tão importante, que transforma a vida de muitas pessoas”, ressalta a coordenadora regional do Sesi Educação Blumenau, Rocheli Rita Ronchi.

Ainda segundo Jesiele, a empresa passou a oferecer uma viagem cultural semestral para os alunos que não tiveram reprovação no semestre e que tenham frequência mínima de 75% em todas as disciplinas. “Neste ano, os alunos foram visitar a Usina Salto Pilão. Eles também já foram ao cinema, em Blumenau, o que foi considerada uma experiência inédita para a maioria deles”, comenta. A empresa também promove visita aos setores da Brandili Apiúna e/ou Blumenau que tiverem afinidade com os módulos que estejam sendo ministrados. Além disso, como forma de reconhecimento e para presentear os colaboradores pela dedicação, todos os formandos do Ensino Médio que tenham feito no mínimo três módulos pelo Programa Tempo de Estudar ganham um notebook. Desde a reformulação do programa, entre 2014 e 2015 serão 41 pessoas formadas em um ano e meio. A formatura da nova turma acontece ainda em dezembro. “Desde então, dobramos o número de alunos passamos de 50 para 100. Com o programa, observamos aumento da autoestima dos colaboradores, maior satisfação com a empresa, elevação da escolaridade, desenvolvimento pessoal e profissional. Acreditamos que o esforço da empresa, juntamente, com o ótimo trabalho desenvolvido pelo Sesi, foram fundamentais para o sucesso desse programa!”, enfatiza Jesiele.

 

Visita cultural - programa Brandili

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: