Saiba por que algumas alergias podem piorar na primavera

A primavera é reconhecida no mundo todo como a estação das flores. Se por um lado traz beleza e cores para a natureza, pode também ser motivo de muito desconforto para quem sofre com alergias. Os principais sintomas podem ser coceira e ardência nos olhos, espirros, coriza, entre outros. Conhecida como polinose ou febre dos fenos, a reação ao pólen é a alergia que prevalece durante a estação, ocasionada pela alta concentração desse alérgeno no ar atmosférico neste período do ano.

A especialista em Alergia e Imunologia do Hospital do Pulmão, Caroline Gabriele Bernardes, explica que na primavera, a polinização das plantas ocorre com mais intensidade, principalmente em dias com vento e sol, o que faz com que os grãos de pólen se concentrem em mais quantidades no ar. Por isso, ela alerta que “quem sofre de rinite, asma, bronquite e outros problemas respiratórios precisa ter cuidado dobrado neste período”.

Ao entrar nas vias nasais de quem é alérgico, o pólen ocasiona a manifestação dos sintomas como espirros, coriza, falta de ar e congestão nasal. Além disso, a alergia ao pólen também pode provocar coceira e vermelhidão nos olhos, uma conjuntivite alérgica.

Segundo a especialista que é também pneumopediatra, as alergias primaveris são mais comuns e intensas em regiões onde as estações do ano são bem definidas, como na Região Sul do Brasil. “Quem mora aqui no Sul e tem propensão às alergias precisa se preocupar com a primavera, para evitar que os sintomas respiratórios se alterem. E, caso se manifestem, é fundamental procurar orientação médica”, ressalta.

 

Como evitar

Para se prevenir de crises alérgicas, algumas medidas são fundamentais. Confira as dicas da Dra. Caroline:

– Mantenha as janelas de casa e carro fechadas, para que o pólen não circule no ar;

– Ventile a casa nas primeiras horas da tarde, quando os índices de pólen são mais baixos;

– Use ar-condicionado, tanto de carro quanto de ambientes, que tenham filtro anti pólen. Também é importante limpar esses filtros periodicamente;

– Evite uso do ar-condicionado abaixo de 23°C;

– Mantenha a casa sempre limpa, principalmente os ambientes mais utilizados, como o quarto;

– Prefira limpar com aspirador de pó que tenha filtro HEPA, que consegue captar os alérgenos;

– Use capas impermeáveis para forrar colchões, travesseiros e almofadas;

– Evite o uso de carpetes e tapetes, objetos que acumulem pó, estofados e cobertores;

– Evite o contato com cheiros fortes, como perfumes e tintas;

– Use óculos de sol para evitar o contato do ar com os olhos.

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: