Seis dicas para acabar com a sinusite

sinusite

 

Diversos tipos de dores de cabeça têm atingindo um número maior de pessoas no Brasil. Mas a otorrinolaringologista do Hospital Dia do Pulmão (HDP), Mariana Schmidt Kreibich, alerta para que as pessoas fiquem atentas com as dores, afinal, nesta época do ano, em meio à mudança de estação, é comum o desenvolvimento de uma sinusite.

De acordo com a especialista, sinusite é uma inflamação da mucosa do nariz e dos seios da face. “Os sintomas mais frequentes são obstrução nasal, secreção nasal anterior (no nariz) ou sensação de gotejamento nasal posterior (pela garganta), dor de cabeça, pressão na face, redução ou perda do olfato, que pode vir acompanhada de tosse e febre”, conta.

Ela afirma que a tosse ocorre quando a secreção nasal escorre pela garganta e como um mecanismo de defesa do organismo impede a entrada da secreção na via aérea inferior. “Já a dor de cabeça acontece porque a inflamação da mucosa nasal pode gerar bloqueio na drenagem da secreção que se encontra dentro dos seios da face e o acúmulo dessa secreção pode gerar dor de cabeça nestes pacientes”, explica.

 

Prevenção e Tratamento

Existem diversas classificações da doença. A sinusite pode ser subdividida em aguda, se for inferior a 12 semanas, e crônica se os sintomas continuarem por 12 semanas ou mais. Mariana conta que a etiologia pode ser classificada em viral, bacteriana e até mesmo alérgica. O tratamento sempre será individualizado e pode ser feito com uma solução salina feita em casa, com corticóides nasais, anti-inflamatórios, antibióticos e até mesmo cirurgia em casos restritos.

A otorrinolaringologista alerta sobre os cuidados que podem auxiliar no tratamento e passa seis dicas para quem já sofre com esta doença. São elas:

1 – Tenha uma hidratação adequada com a ingestão de líquidos, especialmente água durante todo o dia. A água fluidifica todas as secreções e, por isso, é uma medida essencial para quem deseja combater a sinusite.

2 – Invista na umidificação do ambiente e evite exposição a agentes que causem mais irritação da mucosa nasal.

3 – Promova uma limpeza diária em casa, mantendo o ambiente arejado mesmo nos meses mais frios, pois o mofo, pelos de animais, insetos, ácaros e poeira são gatilhos para alergias e o aparecimento da sinusite. Também é recomendado lavar a roupa de cama semanalmente e colocá-la ao sol.

4 – Proteja-se da gripe, pois os vírus que causam infecções respiratórias inflamam as vias aéreas e podem predispor a sinusite. Tomar a vacina contra a gripe todos os anos ajuda a controlar a doença.

5 – Alimente-se bem, elimine o cigarro e pratique exercícios físicos. Hábitos de vida saudáveis contribuem para aumentar a imunidade e prevenir doenças.

6 – Em períodos de crise, utilize inicialmente uma solução fisiológica que pode ser feita em casa. Ela é feita misturando 300 ml de água filtrada com 1 colher de chá rasa de sal grosso e 1 colher de chá rasa de bicarbonato de sódio. Ao persistirem os sintomas, vá ao médico, pois pode ser necessário o uso de medicamentos específicos para a sinusite.

 

Hospital Dia do Pulmão (HDP)

O Hospital Dia do Pulmão oferece atendimento nas áreas de pneumologia, alergologia, otorrinolaringologia e cirurgia torácica – todas as especialidades atendem pediatria e adultos. O HDP conta hoje com 17 médicos e cerca de 60 colaboradores. Além dos serviços de Pronto Atendimento, consultórios, exames e tratamentos, o hospital conta com serviços terceirizados em cardiologia, radiologia e laboratório de análises clínicas. “Isso permite que o paciente faça os exames necessários e já inicie o tratamento no mesmo dia”, afirma Kreibich.

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: