Setor de transportes deve se adaptar a nova legislação

Documento fiscal eletrônico já é uma realidade para muitas empresas

O Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) vem se tornando cada vez mais comum no Brasil, embora ainda não seja obrigatório. Muitas transportadoras já se vêem obrigadas a emitir o documento eletrônico, pois as empresas para as quais prestam serviços trabalham com Nota Fiscal eletrônica.

O principal impacto da documentação eletrônica é na utilização da Tecnologia da Informação (TI), que hoje ainda não é explorada em sua plenitude pela maioria das empresas de transportes de pequeno e médio porte. “Essas empresas possuem algumas resistências à adesão aos documentos eletrônicos, pois há uma carência muito grande de informações no segmento”, aponta o consultor Roberto Doria, da G2KA Sistemas, de Blumenau (SC).

Segundo ele, o transportador não tem como hábito, por exemplo, repassar aos seus clientes informações sobre a entrega e a coleta das mercadorias. “O uso dos documentos eletrônicos transparece maior segurança, pois a empresa que investe nisso informa, muitas vezes em tempo real, o status sobre onde está a mercadoria. Quem já precisou contar com serviços de entrega de uma transportadora, sabe a diferença que este tipo de informação acrescenta ao valor agregado do serviço”, observa Doria.

Como o CT-e envolve puramente tecnologia, ele representa uma porta de entrada para demais recursos de infraestrutura e informação. Transportadoras de pequeno e médio porte poderão fornecer serviços dos quais hoje somente as grandes dispõem. Para o cliente final, haverá maior oferta, com serviços de qualidade muito semelhantes. Por outro lado, somente as empresas que se adequarem permanecerão no mercado.

O consultor Roberto Doria alerta: “Ao decidirem aderir e investir no CT-e, as transportadoras devem procurar desenvolvedores de TI que tenham uma ferramenta para atender às solicitações da lei, mas, acima de tudo, que tenham experiência no segmento do transporte e de suas rotinas, principalmente operacionais”.

Sobre a G2KA

A G2KA oferece ao mercado softwares para a gestão de Nota Fiscal eletrônica, Conhecimento de Transporte eletrônico e Nota Fiscal de Serviços eletrônica. As ferramentas são modularizadas e permitem adequação ao processo operacional e infraestrutura de cada cliente. A divisão em módulos também possibilita rápida implantação, fácil manutenção e alta escalabilidade.

Recentemente, a G2KA lançou uma solução que permite a emissão do CT-e de forma simples e com baixo investimento: o Portal de Digitação de Conhecimentos de Transporte Eletrônico. É a primeira iniciativa do gênero no Brasil. Trata-se de um ambiente online, acessível em qualquer local com conexão à Internet, sem a necessidade de aquisição de um software de gestão de transportes.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: