Sustentabilidade deve ser um dos grandes atrativos do e-commerce

Por enquanto a comodidade e o preço são o que movem a modalidade que tem expectativa de crescimento de 35% para 2014, mas ações ligadas ao meio ambiente prometem agregar valor.

O que impulsionou 53 milhões brasileiros a comprar pela internet somente em 2013? Os números são da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, a ABComm, e correspondem a pouco mais de um quarto da população do Brasil, que ainda não deixou de ir às ruas fazer compras, mas se sente estimulada pelos negócios online. O presidente da ABComm em Santa Catarina, Cristiano Chaussard, explica que os dois principais motivos pelos quais o consumidor escolhe o comércio eletrônico são a comodidade e o preço.

Contudo, há outro fator importante que vem agregando a essa modalidade: a sustentabilidade. A característica ainda não é determinante para quem opta pelo e-commerce, mas agrega valor. “Acredito que, em geral, as pessoas ainda não estão ligadas na questão da sustentabilidade, mas quando sabem que estão agindo de forma sustentável, acabam valorizando esta atitude”, aponta Chaussard.

Essa preocupação com o meio ambiente foi um dos motivos que levou a Camisaria Estevam a optar pelo e-commerce. Ser sustentável é uma das vantagens em relação a outras modalidades de venda. “As pessoas têm toda a comodidade de comprar bem sem sair de casa ou do trabalho, evitando engarrafamentos, a busca por uma vaga para estacionar o veículo, as mudanças de temperatura e outros transtornos”, argumenta o sócio da camisaria Estevam, Jonathan William Estevam. Ao encontro dessa ideia, Chaussard disse que não há dúvidas de que o e-commerce é muito mais sustentável do que a loja física. “O deslocamento ordenado e programado do produto até a casa do consumidor é uma forma muito mais inteligente de trafegar mercadorias do que o cada um por si em que vivemos desde os primeiros burgos” afirma.
Mas o quesito sustentabilidade pode ir muito além das questões relacionadas ao transporte. È possível optar por ações que envolvam toda a cadeia produtiva. Nesse sentido, a Camisaria Estevam soube fazer a diferença. Todo o tecido é importando da Europa, diferentemente de muitas empresas têxteis, que optam em trazer da China. “Prezamos pela qualidade. Além do mais, não podemos concordar com a exploração da mão de obra que, em geral, ocorre naquele país. É uma preocupação que temos”, esclarece a sócia da camisaria, Fernanda Trein.

Outro diferencial que pode servir de exemplo para outras empresas são as embalagens. Na Estevam Store, elas são produzidas a partir de materiais reciclados e recicláveis. Além disso, as caixas são feitas com materiais de qualidade, o que permite a reutilização. Para o presidente da ABComm em SC, essa é uma ação bastante válida e aponta ainda outras sugestões como as embalagens biodegradáveis e até as reutilizáveis. “Outra atitude que estimulamos é a reutilização da embalagem do fornecedor quando adequada ao envio para o cliente final. Aproveitar os recursos compartilhados na cadeia de distribuição diminui o desperdício e aumenta a eficiência operacional e também a ambiental”, justifica Chaussard.

A empresa

A Camisaria Estevam está localizada em Blumenau (SC) e comercializa camisas pela internet para todo o país. A marca apresenta um novo conceito em camisas, sem seguir a linha fast fashion, com investimentos em tecidos importados e acabamentos diferenciados. Para saber mais, acesse www.estevamstore.com.br

Imagem Daniel Zimmermann

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: