Um brinde ao vinho brasileiro: confira algumas sugestões da bebida que está sendo mais consumida durante a quarentena

As baixas temperaturas e o consumo em casa aumentou a venda de vinhos, recebendo o título de bebida da quarentena. A venda de vinhos brasileiros cresceu mais de 39% somente no primeiro semestre deste ano, quando comparada ao mesmo período em 2019.

 

Em meio à pandemia de Coronavírus, o isolamento social está promovendo novos hábitos nos consumidores, como o aumento do consumo de vinhos em casa, principalmente, de rótulos nacionais. É o que apontou o levantamento da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS), que mostrou que a venda de vinhos brasileiros aumentou mais de 39% somente no primeiro semestre deste ano, quando comparada ao mesmo período em 2019.

Além das medidas de distanciamento social, a explicação para o aumento das vendas dos rótulos nacionais é devido a valorização e maior oferta do produtor brasileiro, considerando que o dólar está em alta e a importação de vinhos sofreu com alguns problemas de logística. Para os que já consumiam a bebida antes da pandemia, o consumo apenas aumentou.

“É preciso valorizar a produção nacional. Ainda existe uma desconfiança muito grande baseada de que nosso país não tem tradição na produção, nem qualidade. Um exemplo que prova o contrário, em sua última edição o Guía Descorchados, mais importante guia de vinhos da América Latina que afirma que o Brasil faz os melhores espumantes da América do Sul e conferiu ao espumante nacional Lírica Crua, da Vinícola Hermann cinco indicações, ou seja, coloca nosso vinho em igualdade com os chilenos, argentinos e uruguaios, maiores produtores de vinhos na América do Sul”, aponta o sommelier da Decanter Blumenau, Sidney Lucas.

Portanto, nada melhor do que conhecer alguns rótulos brasileiros para degustar na quarentena. Para ajudar na hora na escolha, o sommelier da Decanter separou três sugestões de vinhos nacionais. Confira:

A primeira sugestão do sommelier é o tinto Quinta da Neve Pinot Noir 2014. “O vinho brasileiro pode ser saboreado ao lado de um delicioso salmão grelhado, servido com redução de pinot e mini-legumes no vapor, cogumelos silvestres, ervas e especiarias, ou um pappardelle ao ragù de codornas”, afirma o sommelier.

Para os amantes de uma bebida mais leve, o espumante Vinícola Hermann Bossa N° 1 Brut, natural da Serra Gaúcha, é a escolha perfeita. “Com aromas de frutas cítricas e florais, o espumante possui grande versatilidade à mesa. É excelente para aperitivos, além disso, é uma ótima opção para ser harmonizado com sashimis ou escalopes suínos grelhados, servidos ao creme delicado de cogumelos frescos”, revela Lucas.

O vinho branco de São Joaquim, em Santa Catarina, Quinta Da Neve Quinta Essência Sauvignon Blanc 2018 é a última sugestão do sommelier. “A região é caracterizada por verões amenos, com chuvas passageiras, invernos rigorosos e secos, outono seco, propiciando boa maturação e primavera com risco de geadas tardias. O vinho harmoniza muito bem com peixes brancos cozidos ou assados”, conclui Lucas.

 

Decanter

Uma das maiores e mais destacadas importadoras de vinhos do Brasil, a Decanter foi eleita a Importadora do Ano, na edição anual de vinhos da revista Gula. Fundada em Blumenau, em 1997, conta com mais de 50 distribuidores por todo o país, além da rede de Enotecas Decanter. Seriedade, respeito ao cliente e uma política de preços convidativos têm sido alguns dos suportes desse crescimento. No entanto, é a esmerada seleção de vinhos que dá corpo à empresa.

 

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Tubarão (Santa Catarina)
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: