Varejo: antes e depois da gestão dos e-Docs na nuvem

(*) Tibério César Valcanaia

Até pouco tempo atrás, o varejo do Brasil vivia mergulhado em um mar de complexas exigências fiscais da legislação. Os lojistas precisavam se preocupar em atender obrigações específicas de cada estado brasileiro e perdiam muito tempo com a parte fiscal, em vez de realmente manter o foco absoluto nas vendas do negócio. Os documentos fiscais eletrônicos (e-Docs) chegaram para facilitar todos os processos dos lojistas, garantir um melhor gerenciamento das vendas e até um atendimento mais ágil para os clientes.

Com a chegada da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica (NFC-e), foi eliminada a necessidade de uso do equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF), que chegava a custar em média R$ 2,5 mil para cada lojista. Basta agora ter uma impressora simples e mais barata e um sistema de gestão online que faz o processo direto de emissão e autorização do documento fiscal com as Secretarias Estaduais da Fazenda. Em alguns estados, entidades comerciais já estão até disponibilizando emissores gratuitos para seus associados em parceria com as Secretarias da Fazenda estaduais como é o caso da ACP – Associação Comercial do Paraná e a ACSP – Associação Comercial de São Paulo. Estes sistemas simplificam o início da operação de uma loja e garantem que o lojista esteja em dia com as atualizações fiscais quando o assunto é documento de venda.

Toda essa facilidade na operação fiscal, permite que as empresas de software com produtos para o varejo foquem mais em novas funcionalidades e tecnologias que possibilitam ao lojista vender mais e ser mais lucrativo. Embora os documentos eletrônicos também tenham mudanças constantes, o simples fato de não precisar mais homologar uma nova versão em cada estado, deixa o processo de desenvolvimento de software muito mais flexível e reduz significativamente os custos.
Com esse novo cenário do varejo no Brasil, grandes desenvolvedores mundiais de software estão chegando para trazer ainda mais tecnologia de ponta. Assim, o lojista poderá contar com novidades como sistema de vendas pelo celular, redução ou eliminação do checkout com filas (o próprio vendedor faz o fechamento da venda, proporcionando uma melhor experiência de compra) e vendedores conectados online, que terão mais tempo e disponibilidade para atender melhor o cliente.

O sistemas para varejo na nuvem estão chegando com força total e o lojista poderá vender ao mesmo tempo na loja física, pela internet ou nas redes sociais. Tudo com informações centralizadas na nuvem, disponibilizadas em tempo real e não apenas no final do dia quando ocorre o fechamento dos caixas. É um novo mundo para o varejo, com mais conectividade, agilidade e decisões mais rápidas e eficientes para o lojistas de todo o Brasil.

(*) Tibério César Valcanaia é diretor técnico do myrp.

Sobre o myrp:

O myrp é um Sistema de Gestão Empresarial Web que possibilita o gerenciamento de uma pequena empresa pela internet de forma 100% segura. A solução atende obrigatoriedades fiscais como a Nota Fiscal eletrônica (NF-e) e tem um módulo específico para o Varejo, para emissão da Nota Fiscal do Consumidor eletrônica (NFC-e).

Mais informações:
Presse Comunicação Empresarial – Assessoria de Imprensa
Blumenau – Santa Catarina
(47) 3041-2990 ou 3035-5482 | www.presse.inf.br

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Presse - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: